Antenor Paglione Junior

Antenor Paglione Junior é o novo vice-presidente executivo Comercial da Damovo.

O executivo será responsável por toda a estrutura Comercial e de Serviços das filiais Damovo do Brasil (Brasília, Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo).

Além disso, cuidará das áreas de canais indiretos, alianças e parcerias, business intelligence, suporte a vendas e das duas unidades de desenvolvimento de negócios, Serviços e Service Provider, recentemente criadas.

Conforme divulgado pela empresa, a chegada de Paglione faz parte da estratégia da empresa para chegar à liderança de mercado em soluções e serviços de comunicação, unificada ou não, para clientes empresariais.

“Vislumbro oportunidades bem claras para nos posicionar como um dos principais players na era da colaboração”, afirma o novo VP. “Dentre elas, expandir os negócios com os parceiros estratégicos, através do fornecimento de diferentes ferramentas de integração disponíveis para esse mercado e desenvolver ofertas para fortalecer a área de serviços gerenciados”, complementa.

Há 27 anos no mercado, Paglione começou a carreira na Telebrás, onde permaneceu por quatro anos.

Em 1988 ingressou na Villares Control, atual Comsat do Brasil, e ficou na empresa por três anos.

Depois foi para a Promon, Avibrás, Cógnito e, em 2009, voltou a trabalhar em uma multinacional, a Dimension Data, onde permaneceu até ser convidado para assumir o atual cargo na Damovo.

O executivo é formado em Engenharia Elétrica pela Unicamp, com mestrado em Engenharia, pós em Administração de Negócios na Harvard Business School e também conta com curso de Conselheiro pelo Instituto Brasileiro de Governança Corporativa.

A Damovo atua como integradora de soluções de parceiros de tecnologia como Aastra, Cisco, Extreme Networks, Juniper, Microsoft e Polycom, entre outros.

A companhia foi criada em 2001, a partir de uma unidade da Ericsson.

O atual controlador da empresa é o inglês Damovo Group Limited, composto por diversos fundos de investimento com capital de instituições como Stonehill Investments, JPMorgan e Deutsche Bank.

Hoje, a Damovo Brasil responde por 26,7% do faturamento global da corporação, que somou R$ 468,68 milhões no ano passado.