Tamanho da fonte: -A+A

O diretor de tecnologia da Online Brasil, Adriano Filadoro, aponta dez considerações importantes sobre a terceirização de backup de empresa.

Na opinião do executivo, cabe ao diretor de TI assumir maior participação na contratação dos serviços terceirizados de data center.

“A ideia é acertar na contratação de um serviço que, em curto e médio prazo, resultará em ganhos para a organização”, comenta.

Segundo Filadoro, disponibilidade, desempenho, segurança e custos são os quatro pilares em que se baseiam os novos projetos de armazenamento de dados, permitindo um real dimensionamento de equipamentos e serviços necessários para que os clientes obtenham o melhor retorno possível do investimento realizado.

Abaixo, confira dez dicas para contratar um data Center.

  • Primeiramente, dê preferência a empresas que dispensam ‘pacotes de serviços’ que muitas vezes não serão utilizados em sua totalidade, servindo apenas para encarecer o acordo. Prefira firmar contratos on demand, conforme o perfil e as necessidades da empresa.
     
  • Empreenda uma pesquisa básica sobre as empresas que terceirizam o serviço de Data Center. Se possível, conte com a ajuda do departamento jurídico e de comunicação para saber se não há nada que desabone um dos concorrentes.
     
  • Atenha-se à saúde financeira da empresa contratada. Nada pior do que fazer um investimento de grande porte e meses depois saber que os serviços não estão em dia porque o terceirizado entrou em falência ou foi adquirido por outra marca que ainda não analisou a carteira preexistente.
     
  • Por mais atribuições que um CIO possa ter, é imperativo estar atento aos prazos acordados e fazer com que a empresa contratada cumpra todas as etapas no tempo determinado – desde que os empecilhos não tenham origem no próprio contratante; nesse caso, vale a pena estipular novos prazos e ater-se a eles.
     
  • Certifique-se de que o pessoal contratado para trabalhar com o backup de informações tenha boa qualificação. Afinal, não se trata apenas de tecnologia, mas de pessoas utilizando tecnologias para facilitar a vida da sua empresa.
     
  • Aprenda a lidar com o crescente volume de informação produzida internamente. Conte com a empresa contratada para saber classificar o que deve ser armazenado, o que deve ser desativado e o que deve ser protegido para que dados confidenciais não sejam facilmente violados.
     
  • Opte por serviços que estejam disponíveis no modelo 24/7/365, porque não é possível prever – nem muitas vezes impedir – quando acontecerá um desastre no sistema, seja um vírus, um problema técnico ou ainda a ação deliberada de alguma pessoa mal intencionada.
     
  • Esteja sempre em contato com o prestador de serviço terceirizado. Afinal, é importante deixar claro que você está atento a todos os processos que envolvem as informações da empresa e irá cobrar o que não estiver sendo entregue nos moldes do que está firmado em contrato.
     
  • Se a empresa faz questão de manter um Data Center interno, com todos custos necessários para manter a infraestrutura e os profissionais necessários, vale a pena considerar ao menos terceirizar o backup de dados em um ou mais sites.
     
  • Ao optar pelo outsourcing do Data Center, não se esqueça de checar há quantos anos o fornecedor atua no mercado, a competência de seus profissionais, a quantidade de instalações que já realizou, quem será responsável por monitorar o ambiente da sua empresa e com quais medidas de segurança a empresa realmente conta. Lembre-se: é a vida da sua empresa que está em questão.