Extreme: operadoras na 4G 100x mais rápido

02/03/2011 09:49

A Extreme Networks anuncia uma família de roteadores para ambientes móveis destinada a viabilizar, para operadoras de telefonia, migrações dos atuais pontos de celulares para a tecnologia 4G.

De acordo com a fabricante, é possível fazer a transição preservando os investimentos já realizados em 2G e 3G, com até cem vezes mais capacidade de transição para 4G.

Tamanho da fonte: -A+A

A Extreme Networks anuncia uma família de roteadores para ambientes móveis destinada a viabilizar, para operadoras de telefonia, migrações dos atuais pontos de celulares para a tecnologia 4G.

De acordo com a fabricante, é possível fazer a transição preservando os investimentos já realizados em 2G e 3G, com até cem vezes mais capacidade de transição para 4G.

A maior capacidade se deve à flexibilidade proporcionada pelas novas soluções, que ampliam os recursos de controle e coordenação de bordas convergentes.

Segundo Antonio Candal, vice-presidente da Extreme Networks para a América do Sul, a nova família de backhaul E4G para ambientes móveis oferece níveis de simplicidade e escalabilidade compatíveis com os de uma rede pura de pacote IP/Ethernet de próxima geração.

“Com isto, viabiliza a oferta de vídeo, voz e dados com excelente custo-benefício para até um bilhão de usuários de banda larga móvel, número que está sendo estimado para o final de 2011”, afirma o executivo.

Ainda conforme Candal, os novos roteadores de backhaul da Extreme atendem à demanda do mercado M2M (machine-to-machine).

“Entre grandes operadoras e fornecedores de soluções para telecomunicações, o lançamento é visto com expectativa. É o caso, por exemplo, da Motorola Solutions, que espera expandir as capacidades de suas soluções de backhaul microondas com nossos novos roteadores”, garante ele.

A família de produtos E4G da Extreme Networks compreende o E4G-200 Cell Site Router e o E4G-400 Cell Site Aggregation Router.

Ambos oferecem backhaul de 4G para ambientes móveis com escalabilidade de 1-10GbE, funcionalidades de Ethernet ITU-G.8262 síncrona integrada, suporte ao padrão IEEE 1588 Precision Time Protocol e suporte a EAPS (Ethernet Automatic Protection Switching).

Anéis de pacote ITU-G.8032 complementam a oferta.

“A Ethernet Síncrona consegue eliminar o custo da implantação de dispositivos GPS em cada torre celular, porque administra melhor o tempo, independentemente da carga do pacote”, explica Candal.

Os novos roteadores de backhaul chegam ao mercado ainda neste semestre.

A Extreme Networks é especializada em redes convergentes de transporte de dados, voz e vídeo para empresas e provedores de serviços.

Presente em mais de 50 países, a companhia oferece LANs com e sem fio, infraestrutura de data center e soluções de transporte ethernet para provedores de serviços.
 

Veja também

Extreme Networks especializa canais

A Extreme Networks introduziu três especializações para sua rede de parceiros Platinum e Gold  na América do Sul.

A partir de agora, os canais poderão ser especialistas em Wireless, Automação de Rede e Data Center.

Extreme e Nasa testam rede de 40Gb

A Extreme Networks, Inc. anunciou que está trabalhando em conjunto com o centro de pesquisa especial GSFC da Nasa para desenvolver um padrão de conexão de alta velocidade - a 40 Gigabit Ethernet

O padrão seria utilizado no suporte a estudos científicos sobre as condições climáticas globais.

VMware: rede de 50 mil portas com Extreme

A VMware, especializada em virtualização e infraestrutura de redes na nuvem, acaba de adotar a tecnologia de redes da Extreme Networks como estrutura de suporte para sua rede padrão Metro Ethernet.

A rede envolve mais de 50 mil portas aplicadas à conectividade para atividades do laboratório de engenharia da empresa e área de suporte à infraestrutura de TI e a aplicações convergentes de voz e dados.

Extreme: rede Ethernet atinge 80 Gbps

A Extreme Networks acaba de lançar uma nova família de soluções de switches fixos de Gigabit Ethernet com capacidade de atingir velocidades de até 80 Gbps a distâncias de até 100 metros.

Batizada de Summit X460, a nova linha é focada nas chamadas redes de campus, provendo serviços avançados para grandes e médios condomínios empresariais, cidades administrativas ou campi universitários, seja em conexões usando o novo protocolo IPV6 ou versões anteriores.

TDec é tier 1 da Extreme

A TDec, empresa paulista da área de redes que mantém escritório em Porto Alegre, acaba de ser nomeada parceria Tier 1 da americana Extreme Networks.

A fabricante americana de soluções para redes Ethernet é a quarta fornecedora a estabelecer esse nível de parceria com a Tdec. Os outros são a HP, Enterasys e Coyote.

“É uma boa notícia para o Sul, onde a Extreme tem uma boa base de clientes”, garante o presidente da TDec, José Valter Távora de Castro Jr.

Extreme: 94% mais portas fixas de 10 GbE

Um levantamento do Grupo Dell’Oro aponta que a Extreme Networks experimentou um crescimento de 94% nas portas fixas de 10 GbE no primeiro trimestre de 2010, ultrapassando o crescimento dos concorrentes no número de portas entregues no segmento de redes de alta performance.

Serpro troca Cisco por Extreme

O Serpro está concluindo a modernização do seu núcleo de redes com a adoção de 10 switches de backbone de alto desempenho da Extreme Networks em substituição a antigos equipamentos fornecidos pela Cisco Systems.

A licitação foi vencida pela Damovo, com uma oferta de R$ 1,5 milhão.

Brasil pode ficar sem 4G na Copa de 2014

O Brasil pode “perder o bonde” da telefonia de quarta geração, e acabar não oferecendo a faixa até a Copa de 2014. É o que declarou o  diretor para América Latina e Caribe da associação 4G Américas, Erasmo Rojas, ao jornal Valor Econômico dessa sexta-feira, 07.

A associação de Rojas reúne empresas de telefonia móvel de todo o mundo.

Jobs apresenta iPhone 4G

Steve Jobs apresentou o iPhone 4, em São Francisco nesta segunda-feira, 07.

Entre as novidades estão uma câmera frontal que permite a realização de videochamadas e a introdução do iMovie, para edição de vídeos. Maior duração na bateria – 300 horas de standby - e melhor qualidade das imagens estáticas e em vídeo, são outras características do novo aparelho.

GVT mira RJ, SP e licença 4G
A aquisição pela francesa Vivendi animou a GVT.

A operadora, que já havia anunciado planos de entrar no mercado de TV paga ainda este ano, agora planeja lançar uma operação no Rio de Janeiro também em 2010.

Já para 2011, o plano é abrir em São Paulo, informa o jornal O Estado de São Paulo.
 
Outros planos da GVT incluem a aquisição de uma licença de telefonia móvel 4G, embora não haja definição de data para esta meta.
Anatel expande faixa para telefonia 4G
A Anatel aprovou na quinta-feira, 30, uma proposta para modificar a destinação da faixa de 2,5 GHz a 2,6 GHz, hoje usada exclusivamente para oferta de TV por assinatura por microondas, para outros segmentos, como Internet banda larga e telefonia celular.

O documento ficará em consulta pública por 45 dias, a partir da segunda-feira, 03 de agosto.