A gaúcha iBill, que já criou um aplicativo para iPhone que permite pedir bebidas e pagar a conta de casas noturnas pelo celular, tem uma nova criação em mãos.

 
O iPark permitirá ao usuário de celulares com iOS e Android pagar parquímetro com cartão de crédito.
 
Sistemas parecidos já estão em funcionamento em Washington, Atlanta e Nova Iorque, nos Estados Unidos.
 
“Nosso sistema é mais moderno e eficiente que esses sistemas, porque o usuário não precisa nem se deslocar até o parquímetro: a localização do veiculo é informado pelo GPS do smartphone”, comenta Roberto  Neves, sócio da iBill.
 
Para viabilizar o aplicativo, a iBill precisará fechar parcerias com municípios que utilizem o sistema. Negociações estão em curso com uma cidade da Serra Gaúcha. 
 
Segundo levantamento da empresa, mais de 350 municípios utilizam o sistema de área azul. Só nas grandes capitais mais de 250 mil vagas são disponibilizadas nesta modalidade.
 
A iBill quer monetizar o aplicativo cobrando uma porcentagem na carga de créditos, que terão valor mínimo de R$ 10. A hora de estacionamento pago em área azul costuma variar entre R$ 0,50 e R$ 2,5.
 
“O aplicativo será único e as pessoas poderão usar crédito em diferentes cidades”, projeta Neves.
 
O primeiro produto criado pela iBill está em uso atualmente na filial de Porto Alegre na rede de casas noturnas Pink Elefant. 
 
Neves adianta que a companhia pretende fazer mais  quatro aplicativos envolvendo pagamento móvel até o final do ano.