Tamanho da fonte: -A+A

A Abramulti, entidade que representa os pequenos provedores de internet, divulgou uma provocativa nota nesta sexta-feira, 05, defendendo o plano do governo federal de reativar a Telebrás como provedora de serviços de acesso a Internet banda larga e criticando os opositores da medida.

De acordo com a Abramulti, a reativação da Telebrás poderá alterar o equilíbrio de forças no mercado de telecomunicações em favor da competição e principalmente dos consumidores ao constituir uma “nova opção” de fornecimento de banda para 1,6 mil empresas com licenças SCM autorizadas pela Anatel a vender banda larga.
 
Para a Abramulti, essas companhias são hoje dependentes das concessionárias que fora dos grandes centros praticariam preços absurdos, devido a falta de concorrência. “Quem tem medo da Telebrás?”, provoca Adelmo Santos, presidente da Abramulti,

Para o empresário, os críticos da medida estão usando um “discurso anti estatizante de extrema direita” e “acabam por ter os mesmos interesses comerciais na perpetuação deste ultrapassado modelo de negócio”.

“Por que a reativação de uma ‘moribunda’ empresa como a Telebrás, a aquisição de fibras ópticas da ‘falida Eletronet’ e o surgimento de um plano ‘sem futuro’ como o PNBL, pode gerar tanto medo em setores economicamente diferentes e tão fortes como mídia, TV´s por assinatura, provedores nacionais e teles?”, questiona Santos.