A sul-africana Dimension Data abriu uma filial no Rio de Janeiro.

Conforme Jack Sterenberg, presidente da subsidiária brasileira, o foco é atender demandas da Copa de 2014, e a meta é que a unidade represente 40% do faturamento da companhia no país nos próximos dois anos.

O executivo garante, inclusive, que já há conversas avançadas para fechamento de contratos de serviços em alguns estádios.

Na Copa na África do Sul, a Dimension Data atuou em projetos em seis estádios. Experiência que conta pontos a favor da companhia no Brasil, acredita Sterenberg.

“Sabemos o que é preciso para que as tecnologias sejam aplicadas adequadamente. Vamos trazer essa experiência para cá”, afirma o executivo.

Os projetos da integradora podem incluir soluções em redes IP, comunicação por vídeo, tecnologias de controle de acesso, segurança, ambiente operacional, tecnologias de armazenamento e contact center, além de cloud computing, entre outras.

E por falar em computação em nuvem, a empresa espera que, nos próximos dois anos, esta área responda por cerca de 30% do faturamento total.

No geral, a meta da Dimension Data para 2012 é crescer em torno de 40%. A companhia não divulga o faturamento, mas em 2011 seu patrimônio ficava em US$ 12,5 bilhões.

Em 2010, a companhia sediada em Johanesburgo foi adquirida pela Nippon Telegraph and Telephone Corporation (NTT).

Com atuação em 49 países, a Dimension Data está no Brasil desde 1995.