Tamanho da fonte: -A+A

Em assembleia realizada nessa terça-feira, 07, os acionistas da Oi aprovaram a ampliação do limite do capital social da empresa em 250 milhões de ações.

A medida é parte do processo que permitirá a entrada da Portugal Telecom no capital da operadora brasileira.

Dessa forma, o capital social da Oi poderá ser aumentado para até 950 milhões de ações.

Segundo a agência Reuters, a proposta apresentada pela empresa em novembro diz que "o aumento do limite do capital autorizado proposto tem por objetivo assegurar à companhia a capacidade para implementar o aumento do capital social mencionado em julho no valor de R$ 12 bilhões".

A previsão é que a entrada da Portugal Telecom no capital da Oi seja concluída até o fim do primeiro trimestre de 2011.

Em 29 de outubro a entrada da PT no capital da Oi recebeu autorização prévia da Anatel.

Segundo a agência reguladora, as empresas poderão implementar a operação societária após quitarem todos os débitos  - de R$ 74 milhões, segundo a agência - referentes ao Fistel.

Em julho, a Oi anunciou acordo para entrada da Portugal Telecom, ex-sócia da operadora móvel Vivo no Brasil, em seu capital. A aliança prevê que o grupo português terá uma participação final, direta e indireta, de pouco mais de 20% no grupo Oi, que por sua vez terá 10% do capital da sócia estrangeira.

A operação societária prevê aumentos de capital da Telemar Participações e da Tele Norte Leste, ambas do grupo Oi, no valor de 12 bilhões de reais cada, com a Portugal Telecom subscrevendo parte das novas ações a serem emitidas.

No terceiro trimestre de 2010, a Oi teve lucro líquido de R$ 427 milhões, número seis vezes maior que o resultado do mesmo período no ano anterior.