A partir de abril de 2012, a Telefônica encerra suas atividades sob esse nome no Brasil, passando a operar apenas como Vivo.

A mudança resulta do acordo fechado pelas companhias em outubro passado, quando a Vivo integrou a telefonia fixa da parceira espanhola no país, iniciando a oferta pela região metropolitana de Porto Alegre, o que já se expandiu para Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

Sob a marca Vivo, as operações fixa e móvel das duas companhias serão unificadas no país, o que já mantém em andamento “acelerado” as integrações de equipes, sistemas internos e operações comerciais, destaca o presidente da Telefônica, Antonio Carlos Valente.

Segundo ele, todas as lojas da Telefônica em São Paulo vão adotar a marca Vivo até 30 de abril de 2012, no máximo.

A operação unificada será suportada pelo novo data center que a Vivo está montando em Tamboré, com previsão de conclusão até o início do próximo ano.

Além disso, também estão em fase de término as obras da nova sede da Vivo, em São Paulo, que vai concentrar a administração conjunta.

Juntas, as duas operadoras soam 82 milhões de clientes no país, atualmente.

Já as equipes somam 22 mil funcionários.