A NET, operadora de TV por assinatura brasileira, obteve lucro líquido de R$ 118,2 milhões no quarto trimestre encerrado em dezembro de 2011. Uma queda de 11% em relação aos R$ 133 milhões registrados no mesmo período do ano anterior.

Segundo a empresa, a queda foi decorrente de um ajuste positivo na provisão de imposto de renda e contribuição social entre outubro e dezembro. Já em relação ao consolidado do ano, o lucro foi de R$ 373,2 milhões, alta de 21% em relação aos R$ 307,1 milhões registrados um ano antes.

Em comunicado, a companhia destacou o crescimento de sua base de assinantes em 2011. No segmento de TV por assinatura, o avanço foi de 12,3%, para 4,73 milhões de usuários. Entre os assinantes dos serviços de banda larga, o salto foi de 21%, para 4,26 milhões de clientes. Já o número de linhas telefônicas em serviço totalizou 3,84 milhões, 21,9% maior que em 2010.

A receita líquida obteve uma expansão de 23% e alcançou R$ 1,78 bilhão, ante R$ 1,45 bilhão apurado no mesmo intervalo de 2010. Com o crescimento na base de assinantes, a operadora fechou 2011 com um faturamento de R$ 6,69 bilhões, alta de 23,9% na mesma base de comparação.

O total de investimentos em 2011 alcançou R$ 1,66 bilhão, com foco em instalações em residências e fatores como a ampliação da capacidade de rede. A dívida líquida, por sua vez, somou R$ 1,44 bilhão, ante R$ 1,35 bilhão reportado em igual período do ano passado.