A Blue Coat Systems lança o appliance MACH5, para otimização de redes WAN.

A solução, conforme divulgado pela companhia, é a primeira do mercado com recursos para aceleração e otimização de conteúdos e aplicações tanto em IPv4 como em IPv6, incluindo acesso a arquivos, aplicações corporativas, vídeo ao vivo e on demand, serviços em nuvem e conteúdos web.

O appliance da Blue Coat também opera em ambientes mistos (IPv4 e IPv6).

“A solução resolve de maneira automática os problemas de compatibilidade que surgem entre usuários, redes, dispositivos, conteúdo e aplicações IPv4 e IPv6”, comenta Qing Li, cientista-chefe e especialista em IPv6 da Blue Coat.

Segundo o cientista, o IPv6 apresenta dificuldades para empresas usuárias e provedores de serviços em áreas como visibilidade de tráfego, controle de acesso, segurança e otimização de redes WAN.

O MACH5 proporciona otimização no nível de aplicações incluindo protocolos CIFS, MAPI, HTTP, SSL, RTMP e RTSP.

“Outras tecnologias de aceleração de aplicações deverão falhar diante das aplicações e conteúdos IPv6, uma vez que este padrão as obriga a desativar a maioria dos mecanismos específicos de aceleração”, ressalta o cientista.

A novidade, assim como os demais appliances da Blue Coat para otimização de WAN, oferece aceleradores de acesso a arquivos, e-mail, armazenamento e backup.

Os recursos otimizam o tempo de resposta e reduzem o consumo de banda, com a utilização de tecnologias de compressão, otimização de protocolos, caching de bytes e de objetos, segundo Li.

Os recursos para o  IPv6 estão disponíveis no último sistema operacional dos appliances MACH5 da Blue Coat para otimização de redes WAN, sem custo adicional para atuais usuários do appliance da companhia.