A Furukawa acaba de abrir um Centro de Distribuição em Curitiba, sua cidade-sede no país.

A obra, que integra os R$ 25 milhões que a companhia anunciou em maio passado para investimentos no mercado nacional, vai otimizar a logística de entrega de soluções de conectividade e cabeamento estruturado para todo o país, especialmente às regiões Sul e Sudeste.

O presidente da companhia, Foad Shaikhzadeh, explica que os investimentos focam a área de data center, que foi um dos motores das vendas da Furukawa em 2010, quando a empresa fechou com receita bruta de R$ 432 milhões – alta de 28% sobre 2009.

Para 2011, a projeção é de crescimento de 11% nas vendas para o Brasil e de 4% nas exportações, segundo o executivo.

E o novo CD está na base da estratégia.

“Esta nova estrutura nos ajudará a atender aos canais de distribuição autorizados e a ampliar a qualidade dos serviços de integração, onde prazos e cronogramas são essenciais aos índices de satisfação e fidelização de clientes”, destaca Shaikhzadeh.

Segundo ele, além do mercado de data center, a Furukawa também projeta crescer em projetos de redes ópticas externas para cidades digitais e FTTH (Fiber to the Home), além de iniciativas de modernização de redes de dados corporativas”, comenta o executivo.

O segmento de redes lógicas é outra aposta, segundo o gerente de Logística da empresa, Leonardo Silvério.

“Este setor cresceu aproximadamente 20% este ano, e também nos expandimos no segmento: no Brasil, em 2010 foram 26 mil volumes expedidos/mês, e a média mensal deste ano está em 31 mil volumes expedidos, devendo aumentar”, destaca o gerente. “O novo CD vai desafogar e tornar mais ágil todo o processo”, completa.

O novo CD

Com 3,6 mil metros quadrados de área útil, o CD de Curitiba é o maior de seu gênero destinado especificamente à área de conectividade e cabeamento estruturado no Brasil, segundo Silvério.

A nova planta é dividida em armazenagem, recebimento, customização, movimentação e expedição, com capacidade para 4,8 mil portas-paletes e quatro docas ativas.

“Temos mais duas docas já previstas para expansão. Com isso, daremos mais velocidade aos serviços de carga e descarga”, conta Silvério. “Podemos armazenar mais de três mil itens diferentes, com controle de estoque e posicionamento de expedição feitos por WMS”, finaliza.
Além do centro curitibano, a Furukawa mantém outro CD no Brasil, em Recife; e mais dois no exterior: um na Argentina e outro no Panamá.

Verde
O novo prédio da capital paranaense também segue conceitos de green building, focados em sustentabilidade e preservação ambiental.

Para tanto, a obra possui uma cisterna para armazenagem e reuso de águas pluviais, que servem para a lavagem de maquinários e equipamentos, jardinagem e o sistema sanitário do complexo.

Além disso, para reduzir gastos com energia elétrica, a construção é coberta por telhas translúcidas, que ampliam o aproveitamento da luz solar, e conta com sistema de ventilação que dispensa o uso de ar condicionado.

A empresa
Fabricante de soluções de cabeamento estruturado e redes ópticas, a Furukawa tem origem japonesa e está presente no Brasil há 37 anos, com matriz e unidade industrial em Curitiba, além de fábrica em São Paulo.

Na América do Sul, a companhia também mantém unidade fabril na Argentina.