A Fluke Networks anuncia uma nova versão do AirMagnet Spectrum XT, sua solução para identificação e classificação de interferências em redes WAN corporativas.

Voltada a engenheiros de rede, a ferramenta permite identificar dispositivos que interferem no funcionamento das estruturas.

Além disso, traz o novo recurso Auto Pattern Detection, que automaticamente separa padrões repetitivos de espectro não classificados, de fontes de interferência de radio-frequência (RF), que não são WLAN.

Com isso, os engenheiros podem criar assinaturas personalizadas para alertas futuros, a fim de identificar estas fontes de interferência, reduzindo o tempo e o custo para a eliminação de problemas.

"Em um levantamento entre os clientes, 82% disseram ter encontrado problemas de desempenho de WAN causados por fontes de interferência não WAN e 63% não puderam identificar a fonte", explica Chia-Chee Kuan, VP da unidade de WLAN da Fluke. “O Spectrum XT garante a solução deste problema e poupa tempo e dinheiro da TI", completa.

A nova versão do AirMagnet Spectrum XT já está disponível, com upgrade gratuito para clientes com contratos vigentes de suporte técnico junto à Fluke.

Especializada em soluções para instalação e certificação, teste, monitoramento e análise de redes de cobre, fibra óptica e wireless, a Fluke tem sede em Everett, EUA, e distribui seus produtos para mais de 50 países.

No Brasil, mantém uma subsidiária com escritório em São Paulo e rede de assistência técnica e canais em todo o país.