Chineses de olho: ZTE vai abrir em Hortolândia

12/04/2011 13:31

A fabricante de equipamentos de telecomunicações ZTE foi a segunda empresa chinesa a anunciar investimentos no Brasil esta semana.

A companhia oficializou na segunda-feira, 11, uma parceria com a prefeitura de Hortolândia para construção de uma fábrica na cidade.

Tamanho da fonte: -A+A

A fabricante de equipamentos de telecomunicações ZTE foi a segunda empresa chinesa a anunciar investimentos no Brasil esta semana.

A companhia oficializou na segunda-feira, 11, uma parceria com a prefeitura de Hortolândia para construção de uma fábrica na cidade.

Durante o "Seminário Empresarial Brasil-China: para além da complementaridade", realizado no país asiático, o investimento foi anunciado na presença da presidente Dilma Rousseff e do presidente da China, Hu Jintao, em um ato solene que marcou a assinatura de acordos bilaterais com empresas de ambas as nações.

A cerimônia também incluiu a Huawey, fabricante de equipamentos de tecnologia sem fio que prometeu destinar US$ 350 milhões à construção de um centro de pesquisas em Campinas, conforme matéria publicada no Baguete Diário que pode ser lida na íntegra pelo link relacionado abaixo.

No caso da ZTE, o valor do investimento não foi divulgado.

O presidente da subsidiária brasileira da empresa, Yuan Lie, entretanto, informou que a nova unidade será responsável por atender toda a América do Sul, consolidando o Brasil como o centro de operações da companhia para a região.

“O pólo de Hortolândia, que contemplará produção, centro de treinamento, centro de distribuição logística, também será nosso primeiro centro de pesquisa e desenvolvimento da na América Latina”, destaca Lie.

Já o CEO da ZTE do Brasil, Eliandro Ávila, a própria empresa é um exemplo prático de como a integração entre chineses e brasileiros pode ser rica e bem sucedida.

“Nossa operação brasileira iniciou em 2001 e vem mantendo um crescimento sustentado desde então, com uma média anual superior a 100% nos últimos três anos", afirma Ávila.

A ZTE fabrica equipamentos e soluções de rede, atendendo a mais de 500 operadoras de Telecom localizadas em mais de 140 países.

Em 2010, a receita da companhia subiu 21% em relação ao ano anterior, somando US$ 10,609 bilhões.

Conforme Lie, aproximadamente 10% da receita anual da empresa são destinados a atividades de pesquisa e desenvolvimento.
 

Veja também

ZTE: celular foca idosos

Já está disponível em alguns pontos de venda do Rio de Janeiro um celular da chinesa ZTE com funções específicas para idosos. O s302 promete ser um aparelho básico e de fácil manuseio.

O telefone móvel possui teclas grandes de bem iluminadas, além de um sistema de áudio que permite uma pré-configuração do volume do aparelho.

ZTE: cursos sobre CDMA em Minas Gerais

A ZTE, empresa especializada em equipamentos de telecomunicações e soluções de rede anuncia a abertura de dois novos laboratórios multimídia de WCDMA no Brasil, em Minas Gerais.

O laboratório é uma parceria com o Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel), especializado em Tecnologias da Informação e Comunicação e oferecerá cursos que visam formar mão-de-obra especializada em WCDMA.

ZTE e Vivo: telefone com TV digital a R$ 199

A Vivo e a ZTE anunciam uma parceria para o lançamento do celular ZTE N290. O aparelho é touch screen, possui display de 3.2’’, MP3 player, câmera de 2MP, é compatível com sinal de TV Digital e sai por R$ 199 no plano pós-pago Vivo Você 200 e R$ 399 no modelo pré-pago.

Esta semana, o telefone estará disponível nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo. Em breve, chega também a Porto Alegre e demais localidades que contam com o sinal da TV Digital.

Lupatech e Eztec fazem assembléias online
A Lupatech, fabricante de equipamentos de petróleo e gás, e a Eztec, incorporadora e construtora de imóveis residenciais de São Paulo, são as novas usuárias do Assembleias Online, plataforma de voto eletrônico desenvolvida pela MZ.

Com isso, as duas companhias passam a oferecer a seus acionistas a opção de votarem remotamente, por meio de procurações eletrônicas, o que ampliará o quórum nas assembleias gerais.
ZTE Brasil lança celular movido a luz solar
A ZTE, fornecedora de equipamentos de telecomunicações e soluções de rede, lança no Brasil um celular movido a energia solar.

Desenvolvido em parceria com a holandesa Intivation, o modelo S312 é produzido com materiais reciclados e se recarrega automaticamente quando colocado ao sol por cerca de uma ou duas horas.
Huawei deve investir US$ 350 mi no Brasil

A fabricante chinesa de equipamentos de tecnologia sem fio Huawei prometeu à presidente Dilma Rousseff investir US$ 350 milhões na construção de um centro de pesquisas na cidade de Campinas, no interior de São Paulo.

Dilma, que está em viagem pela China, ouviu a promessa do presidente da empresa, Ren Zhengfei.

Segundo Zhengfei, que encontrou-se com a chefe do executivo brasileiro nessa segunda-feira, 11, em Pequim, a empresa deve doar equipamentos no total de US$ 50 milhões para universidades.

F-Secure lança portal e quer canais no Brasil

A F-Secure, finlandesa do setor de segurança em software e serviços que possui cerca de dez mil parceiros de distribuição no mundo, espalhados em 40 países em que atua, pretende ampliar a rede de canais também para o Brasil, onde ainda não possui este tipo de atuação.

A10: country manager para dobrar no Brasil

Vladimir Brandão é o novo country manager da A10 Networks no Brasil.

Ex-diretor de Vendas e Canais da HPN (Hewlett-Packard Networking - 3Com), o executivo também traz no currículo passagens por multis como IBM, onde trabalhou por nove anos; ADP, onde foi gerente de vendas; CPM Braxis Capgemini e Huawei.

Tagetik: no Brasil, mirando médias do Sul e SE

A italiana Tagetik escolheu o Brasil para abrir seu primeiro escritório fora do eixo Europa/EUA.

A fornecedora de software para gestão de desempenho, governança financeira e BI abriu escritório em São Paulo e nomeou a Twice como distribuidora local.