Tamanho da fonte: -A+A

O mercado brasileiro de telecomunicações está consolidado após os últimos movimentos promovidos por Telefónica e América Móvil, que se seguiram à compra da Brasil Telecom pela Oi.

A avaliação é do presidente da Oi, Eduardo Falco. Segundo ele, a TIM hoje está estrategicamente isolada, e, apesar de a Vodafone ser um dos maiores grupos de telecomunicações do mundo, não deverá haver qualquer combinação entre a operadora britânica e a TIM, informa o portal Exame.

Falco declarou, ainda, que na Oi a estratégia de crescimento envolve o foco nos mercados da América do Sul e África. Simplificar a estrutura acionária da operadora, que hoje atua com várias classes de ações negociadas na Bovespa, é outra meta.

Em julho passado, a Oi anunciou uma aliança com a Portugal Telecom que prevê posições acionárias cruzadas, depois que o grupo português concordou vender sua participação na Vivo à Telefónica.