A GVT está desembolsando R$ 650 milhões para lançar, neste mês, um serviço de TV por assinatura.

Segundo o jornal Valor Econômico, o produto está disponível nas 16 maiores cidades em que a operadora atua, num primeiro momento. No próximo mês, estará em toda a área coberta.

O anúncio foi feito na manhã dessa segunda-feira, 12, pelo presidente da GVT, Amos Genish, em palestra na Futurecom - feira e congresso de telefonia que acontece nesta semana em São Paulo.

Batizado de GVT TV,  o serviço vai usar uma combinação de duas tecnologias: programação via satélite (DTH) e opções de interatividade via IPTV (sigla para TV sobre protocolo de internet).

Uma dessas funções interativas será a possibilidade de o telespectador programar remotamente, por meio da internet ou do celular, a gravação de programas.

Além disso, relata o Valor, o objetivo da operadora é ter uma oferta combinada de serviços de telefonia fixa, banda larga e TV, como já fazem as grandes empresas do setor, como a NET, líder no Brasil.

A GVT também pretende explorar novas oportunidades na economia digital, com atuação em atividades como portais e comércio eletrônico.

Em 2011, informa o Valor, a TV paga corresponde a um terço dos investimentos programados pela GVT, de R$ 1,8 bilhão. O montante é 40% superior ao valor desembolsado em 2010.

Leia a matéria completa do Valor Econômico nos links relacionados abaixo.