O Opera foi liberado pela Apple para o iPhone nesta terça-feira, 13.

A companhia é a primeira a ser autorizada a distribuir um navegador na App Store, que até agora só disponibilizava versões do navegador da Apple.

A liberação demorou três semanas, o triplo do tempo normal, informa a Reuters.

De acordo com analistas ouvidos pela agência de notícias, foi uma decisão difícil para Apple, que sabe que navegação na Internet é crucial para o sucesso do iPhone.

A companhia de Steve Jobs teria sido intimidada pela disputa anterior do Opera com a Microsoft, que terminou com a Microsoft obrigada a oferecer uma tela de seleção de navegador em 200 milhões de computadores europeus.
.
O navegador da Opera promete velocidades de download até seis vezes mais rápidas que o da Apple, e uma redução de até 90 por cento no tráfego de dados.

Analistas afirmam que o acesso ao iPhone teria pouco impacto direto nos negócios da Opera, mas que esta é uma vitória importante em termos de marca.