A Anatel colocou em consulta pública o edital de uma licitação que abre a possibilidade de as operadoras anteciparem seus primeiros investimentos na quarta geração da telefonia móvel (4G).

De acordo com informações do Valor Econômico, as licenças para atuar na faixa de frequências de 3,5 gigahertz (Ghz) devem sair até o final do ano e serão usadas para oferta de serviços baseados em TD-LTE ou WiMax, padrões de quarta geração.

Se as projeções abertas por conselheiros da Anatel ao Valor forem confirmadas, a licitação poderá ocorrer um ano antes do prazo estimado pela Anatel para o leilão da faixa de 2,5 GHz - também destinada à 4G.

Outra peculiaridade do edital é que ele permite uma disputa inédita entre operadoras fixas, móveis e de serviços de internet. Os três tipos de empresas poderão apresentar propostas pelos mesmos lotes.

Até agora, a Anatel organizava licitações separadas para cada tipo de operadora.

Confira a matéria do Valor na íntegra pelo link relacionado abaixo.