Tamanho da fonte: -A+A

Ainda em agosto, cerca de 14% da força de trabalho da Cisco pode ser demitida.

Segundo a agência Bloomberg, os cortes podem chegar a 10 mil vagas, numa tentativa de economizar US$ 1 bilhão com pessoal, disseram fontes não identificadas pelo portal especializado em economia.

Hoje, a Cisco possui 73,4 mil funcionários.

Os planos de cortes de funcionários foram revelados pela empresa em maio, depois do anúncio de uma queda de 11% nos lucros do terceiro trimestre fiscal da empresa.

Brian Marshall, analista da Gleacher & Co, afirmou à Reuters que os cortes são necessários para o plano de redução de custos do CEO John Chambers. Marshall previu que um número menor de vagas - 5 mil - seria perdido. Projeções anteriores citavam 4 mil vagas.

“Como havíamos divulgado em nossa conferência do terceiro trimestre do ano fiscal de 2011, estamos em processo de determinar o que precisamos reduzir, alinhar e redistribuir”, afirmou a empresa.

Na último dispensa coletiva, efetuada este ano, a Cisco cortou 8 mil vagas.