Carlos Zenteno trabalha para acelerar a integração das redes da Claro, Net e Embratel

A Claro planeja acelerar o processo de integração tecnológica com a Embratel e a Net, nas quais a América Móvil, grupo controlador da operadora, também tem participação.

Segundo o jornal Valor Econômico dessa terça-feira, 13, o presidente da empresa, Carlos Zenteno, disse que parte do aporte para o Brasil até 2012, de R$ 10 bilhões, já é aplicado a esse fim.

“Estamos investindo na migração de 100% da nossa rede de fibra óptica para uma rede comum IP”, disse o executivo. Hoje, a rede das três companhias totaliza 89 mil quilômetros.

A integração, diz Zenteno, está em curso há três anos e a previsão é de acelerar o ritmo devido a novos fatores, como a aprovação do PLC 116 e o investimento na oferta de serviços e produtos combinados.

Em relação à rede de terceira geração (3G), a estimativa é superar a marca de mil cidades até o fim de 2012, disse o executivo. Hoje, o serviço da Claro na área está disponível em 575 municípios.

Ele disse que a operadora já está fazendo testes com conexões de quarta geração (4G), especialmente no padrão LTE, mas não estabeleceu data para novidades nesse campo.

Quanto à recente perda do segundo lugar em número de clientes para a TIM, Zenteno disse que retomar a posição será uma consequência da estratégia de longo prazo, focada na melhoria da qualidade da rede e no atendimento aos consumidores.

Leia a matéria completa do Valor Econômico (para assinantes) nos links relacionados abaixo.