Porto Seguro, agora também operadora

A seguradora Porto Seguro anunciou nesta segunda-feira, 14, o fechamento de um acordo com a TIM para lançar a primeira operadora de celular virtual do país, em conjunto com a Datora Telecom.

A companhia vai atuar no modelo MVNO (Mobile Virtual Network Operator), estipulado pela Anatel e que permite a empresas de outros setores atuarem em Telecom, usando a infraestrutura de chamadas de uma operadora celular para vender serviços com sua marca.

Em comunicado, a Porto Seguro informa que “a Porto Seguro Telecomunicações celebrou com a TIM Celular contrato de compartilhamento de infraestrutura para fins de prestação de Serviço Móvel Pessoal por meio de Rede Virtual".

Já um informe divulgado pela TIM afirma que a empresa é "parceria do negócio, que abrange a utilização de sua rede em todos os estados do país".

O comunicado da TIM também afirma que a parceria se dará no modelo de autorizada, com a operadora virtual ficando responsável pela operação, gestão de tráfego, emissão de contas, atendimento a clientes e acordos de interconexões.

"Para a TIM, o mercado da MVNO é promissor e a empresa já mantém conversas avançadas com outras potenciais operadoras virtuais. Esse acordo reforça nosso caráter inovador e pioneiro, já que desde o início dos estudos sobre a viabilidade de MVNOs no Brasil acompanhamos e avaliamos as oportunidades desse novo modelo", diz Antonino Ruggiero, presidente da Intelig e responsável por Wholesale na TIM.

Já a Datora Telecom, focada na compra e venda de minutos de chamadas, é controlada pela Chaicomm do Brasil Holding, que se tornou acionista da Porto Seguro Telecomunicações.

Segundo Wilson Otero, CEO da Datora, a empresa terá sua rede interconectada com mais de uma centena de operadoras, através de conexões de VoIP.

“A Porto Seguro Telecomunicações é um marco para o Brasil. A previsão é que as MVNOs atraiam 16 milhões de assinantes no país e US$ 1 bilhão de faturamento em cinco anos”, aposta Otero. "Pretendemos apoiar o crescimento desse mercado, viabilizando projetos de MVNO para empresas de todos os setores”, conclui.

Ainda conforme o comunicado da Porto Seguro, a operação Porto Seguro Telecomunicações visa a otimizar a gestão interna de custos com telefonia celular, além de aproveitar a possibilidade de convergência com os produtos da seguradora, para agregar mobilidade a clientes e corretores.

Atualmente, a seguradora atende a uma pasta de 8,5 milhões de itens segurados.