SP integra segurança com 11 mil tablets e 4G

15/03/2011 09:38

A Polícia Militar do Estado de São Paulo adquiriu 11 mil tablets, que serão instalados nas viaturas a partir desta semana, dando início à operação de uma rede móvel de alta velocidade que permitirá a comunicação em tempo real entre as viaturas e os órgãos da área de segurança pública.

Os equipamentos foram fornecidos pela MXT, que participou da licitação do projeto por meio da Nell, e pela Mobiware.

Tamanho da fonte: -A+A

A Polícia Militar do Estado de São Paulo adquiriu 11 mil tablets, que serão instalados nas viaturas a partir desta semana, dando início à operação de uma rede móvel de alta velocidade que permitirá a comunicação em tempo real entre as viaturas e os órgãos da área de segurança pública.

Os equipamentos foram fornecidos pela MXT, que participou da licitação do projeto por meio da Nell, e pela Mobiware.

Já os sistemas de inteligência que vão equipar os tablets são o Copom Online, o SIOPM (Sistema de Informações e Operação da PM) e o Fotocrime, ambos desenvolvidos pela equipe de TI da própria polícia militar.

A rede é baseada em um sistema de radiocomunicação com tecnologia de quarta geração LTE (Long Term Evolution).

Conforme o tenente-coronel Alfredo Deak Júnior, chefe do Centro de Processamento de Dados da PM, a meta é integrar, inicialmente, os órgãos da região metropolitana de São Paulo via rede móvel.

Depois, o serviço será estendido para todo o estado, integrando-se também às áreas de segurança das prefeituras. Entretanto, ainda não há prazo determinado para esta segunda fase.

Deak esclarece que o sistema de inteligência da PM vai integrar todas as empresas que operam em segurança, nas áreas de defesa civil, trânsito, policiamento, resgate, bombeiros, escolas, hospitais e o Ministério Público.

“Assim, se o diretor da escola reporta um problema, a viatura mais próxima é avisada e o atendimento será feito de forma mais rápida”, exemplifica o tenente-coronel.
 

Veja também

NEC: biometria para polícias do RS e DF

A NEC Brasil lança o Sistema Automático de Identificação de Impressões Digitais (Automated Fingerprint Identification System - Afis).

A solução de biometria é voltada ao atendimento da regulamentação do Registro de Identidade Civil (RIC), recentemente instituída no Brasil, e já conta com clientes como a Polícia Civil do Rio Grande do Sul e Distrito Federal.

Dígitro capacita Polícia Civil em SC

A Dígitro Tecnologia, desenvolvedora e integradora catarinense de soluções para Inteligência, criou uma unidade especializada na capacitação teórica e prática em inteligência, TI e telecomunicações.

Desde abril deste ano a Academia Dígitro oferece cursos montados de acordo com a necessidade do cliente.

O primeiro trabalho foi com a Academia da Polícia Civil (Acadepol) de Santa Catarina, no curso Análise Criminal, oferecido a 15 agentes.

Software AG informatiza polícias da Bahia

A Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) adotou soluções da AG para implantação do SIGIP – Sistema de Informação e Gestão Integrada Policial.

O projeto informatiza os principais processos operacionais das polícias Civil e Militar e do Departamento da Polícia Técnica do estado, com a integração das informações geradas por estas áreas.

TI: a nova aliada da Polícia Federal

Com o objetivo de mapear e combater 50% das ações de phishing bancário em 2010 e chegar a 90% em 2011, a Polícia Federal aposta na TI como aliada para combater as fraudes eletrônicas, através da adoção de um sistema de análise de inteligência que cruza informações.

Polícia Civil do Distrito Federal adota biometria
A Polícia Civil do Distrito Federal inaugurou nesta terça-feira, 18, seu Instituto de Identificação que contará com a emissão de carteiras de identidade de forma digital.

A nova carteira de identidade será confeccionada eletronicamente e dispensa o método manual de sujar os dedos com tinta na captura das impressões digitais, assinatura e também a fotografia do cidadão eletronicamente.
IlhaService: service desk para PM de SC
A catarinense IlhaService, fabricante de microcomputadores e prestadora de serviços na área de infraestrutura de TI e venda de suprimentos, venceu uma licitação pública para atender à Policia Militar de Santa Catarina (PMSC).

O contrato prevê o fornecimento de service desk, além da implantação de uma política de gerenciamento de incidentes, mudanças e problemas, tudo baseado no modelo ITIL.
Canoas adota TI contra o crime
Com custo de R$ 3,5 milhões, começa a ser implantado em Canoas o sistema de detecção de disparos (SDD) da californiana Shotspotter.

Segundo informações do secretário municipal de segurança pública, Alberto Kopittke, o equipamento fará parte do Programa Canoas Mais Segura, e será implantado na região do bairro de Guajuviras, numa área de 3.3 km2.
IDC: 18 milhões de tablets vendidos em 2010

Dados da consultoria IDC divulgados nessa quinta-feira, 10, indicam que foram vendidos 18 milhões de tablets em 2010, sendo que 10,1 milhões foram comercializados apenas no último trimestre do ano passado.

Apesar de encerrar o ano com 83% do total de tablets vendidos no mundo, a fatia da Apple caiu.

Segundo a IDC, dos 93% no terceiro trimestre de 2010, a empresa com sede em Cupertino declinou para 73% no período de outubro a dezembro do ano passado.

25% das equipes externas têm tablets

Uma em cada quatro equipes de campo de empresas em todo o mundo já utilizam um tablet PC.

Os dados foram revelados por estudo conduzido pela fornecedora de serviços de mobilidade para empresas iPass.

Segundo a pesquisa, a maioria das corporações usa o iPad, da Apple, como ferramenta de apoio ao trabalho. Além disso, cada empregado leva consigo, em média, dois aparelhos móveis, entre notebooks, smartphones e tablets.