A plataforma móvel do Google, Android, detém mais de metade do mercado de smartphones.

Segundo dados do instituto Gartner, o sistema operacional open source teve, no terceiro trimestre de 2011, 52,5% de participação no segmento, frente os 25,3% do terceiro trimestre de 2010.

“O Android se beneficia de uma oferta mais voltada para os mercado de massa e um ambiente de baixa competitividade, sem grandes alternativas em termos de sistema operacional”, avalia Roberta Cozza, principal analista de pesquisas do Gartner.

Atrás do Android está o Symbian, da Nokia, com 16,9% de mercado – queda de 53,44% em comparação com julho a setembro do ano passado.

Na terceira posição, o iOS, da Apple, que equipa todas as gerações do iPhone, também apresentou recuo, de 1,6 ponto percentual, fechando o terceiro trimestre desse ano com 15% de participação no mercado mundial de celulares inteligentes.

Também em queda, a RIM – fabricante da linha BlackBerry – recuou de 15,4% para 11%.

“O mercado da Apple sofreu com o efeito de compras adiadas enquanto os clientes esperaram pelo novo iPhone. Além disso, a RIM está sobre pressão constante”, complementa Cozza.

Entre os fabricantes, a Nokia segue na frente (23,9%), seguida por Samsung (17,8%), LG Electronics (4,8%), Apple (3,9%), ZTE (3,2%), RIM (2,9%), HTC (2,7%), Motorola (2,5%), Huawei (2,4%) e Sony Ericsson (1,9%).