A Telefônica Brasil encerrou 2011 com lucro líquido combinado de R$ 5,072 bilhões, um crescimento de 18,2% sobre 2010.

Já a receita operacional líquida ficou em US$ 33,2 bilhões, contra 5,4% de um ano antes.

Conforme o presidente da Telefônica Brasil, Antônio Carlos Valente, a companhia também teve um ano de valorização superior a 20% das ações, em um ano em que o Índice Bovespa caiu 18%.

Já o diretor-geral e executivo da subsidiária brasileira, Paulo Cesar Teixeira , ressalta os lançamentos da empresa como ganhos do ano.

Com exemplo, ele cita o lançamento em Porto Alegre, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Vitória do Vivo Fixo e do Vivo Box, soluções de telefonia fixa e internet residencial com base na rede móvel.

“Foram  os primeiros serviços integrados que colocamos no mercado", comemorou Teixeira.

Além disso, em 2011 a Telefônica Brasil chegou a 50 mil clientes de Banda Larga e TV, com uma rede que chega a 1 milhão de domicílios.

Em número geral de clientes, a operadora somou 86,9 milhões no país.

Destes, 71,6 milhões são do serviço móvel, o que equivale a 18,7% de alta sobre 2010, e 15,3 milhões são de telefonia e banda larga fixas e TV por assinatura.