O Head Strategy & Business Development para a América Latina da Nokia Siemens Networks, Hermano Pinto, afirmou nesta terça-feira, 17, durante a 7a Rio Wireless International Conference, que a implantação da telefonia 3G no Brasil já é possível. Ele defende a adoção imediata, pelo mercado nacional, do padrão UMTS, já utilizado por 110 milhões de usuários, em mais de 150 redes, distribuídas por 70 países.

"Em apenas cinco anos, o UMTS será dominante no mundo, com 57% dos assinantes globais", ressaltou Pinto. O executivo acredita que, se adotada no Brasil, a tecnologia 3G se tornará uma opção mais barata para prestação de serviços de telecomunicações. "Também é uma oportunidade para aumentar a cobertura do sistema e chegar a municípios ainda não atendidos pelo atual SMP", destacou.