A Navita, especializada em aplicativos e soluções para mobilidade, adquiriu a Congruus, focada na gestão de serviços em telecom e soluções TEM (Telecom Expense Management, ou gestão de custos em telecomunicações).

Conforme Guilherme Toledo, proprietário da Congruus e agora diretor da Unidade de TEM da Navita, a oferta é voltada a companhias com despesas elevadas em telefonia móvel, fixa e dados, e pode ajudá-las a reduzir estes custos, por vezes, em mais de 25%.

“O conceito TEM torna possível que as empresas gerenciem os custos com telecomunicações sem limitar o seu uso no dia-a-dia corporativo, incluindo indicação de menores tarifas para ligações locais, interurbanas e internacionais”, comenta Toledo.

O serviço também inclui indicações para planos de dados e SMS, definições de políticas internas de telefonia, consultoria sobre melhores práticas de mercado e auditoria de faturas.

Com a oferta da Congruus – que tem cerca de 1,5 ano de mercado -, a Navita passou a trabalhar com sistemas de gestão em telecom, que geram relatórios de utilização dos planos.

As informações geradas incluem faturas, condições contratuais, inventário de dispositivos móveis e de telefonia fixa, além de infraestrutura contratada de serviços de telefonia fixa, móvel e dados.

Todo o conteúdo pode ser acessado via web pelo cliente ou atualizado e monitorado por um profissional da Navita.

“Esta última alternativa traz vantagens como a integração do sistema de TEM com ERPs como SAP e JD Edwards, além do controle de custos detalhados por área da empresa, usuário e centro de custo”, explica Toledo.

TEM + MDM + aplicativos móveis
Com a compra da Congruus, a Navita também integra as soluções de TEM a seus serviços de gestão de dispositivos (MDM, ou Mobile Device Management) e desenvolvimento de aplicativos móveis.

“A maioria das empresas especializadas em TEM oferece sistemas que não atendem muitas das necessidades dos clientes para a redução de despesas e levam meses para serem implantados. Em muitos casos, o foco é dado só em renegociação de contratos com as operadoras”, explica Roberto Dariva, CEO da Navita.

Para ele, a oferta do novo serviço pela empresa, contemplando políticas de utilização e de gestão de custos em tempo real, através de aplicativos móveis usados para tal finalidade, garante o diferencial da nova proposta.

Ainda conforme o CEO, a compra da Congruus também incrementa a estratégia de expansão geral da companhia.

“Estamos crescendo mais de 100% ao ano e temos uma base de centenas de clientes para explorar novos serviços que ajudem a suportar os resultados dessas empresas”, destaca Dariva.

Este ano, a meta da Navita é faturar R$ 20 milhões, o dobro da receita conquistada no ano passado.