Baguete
InícioNotícias> Damovo Brasil é a 1a no mundo

Tamanho da fonte:-A+A

Damovo Brasil é a 1a no mundo

Maurício Renner
// sexta, 17/06/2011 15:19

A Damovo do Brasil é hoje a primeira entre as 10 subsidiárias da multinacional inglesa de soluções de telecomunicações.

A operação brasileira está ranqueada como líder tanto pelo faturamento bruto (29% do total mundial em 2010) como na análise combinada de vendas, lucro, caixa, performance e avaliação dos cerca de 2 mil clientes.

“O avanço é resultado de um reposicionamento da operação brasileira a partir de 2009”, comenta o presidente da Damovo Brasil, Alberto Ferreira, que esteve em Bento Gonçalves nesta sexta-feira, 17, participando do  Seminário de Gestão de TIC da Sucesu-RS.

A própria contratação de Ferreira, então presidente da SAP no Brasil, fez parte das mudanças, que incluíram ainda a renovação da alta gestão da companhia e a criação de uma área de serviços.

O foco das mudanças foi desvincular a imagem da Damovo da linha de produtos da Ericsson (atual Aastra) e promover a venda de serviços de linhas de produto Cisco, Extreme, Polycom e Microsoft, entre outros.

“Aastra e Cisco são hoje os carros chefes, mas atingimos uma distribuição da origem de faturamento muito mais equilibrada”, comenta Ferreira, sem revelar percentuais. “Acabamos de entregar um grande projeto envolvendo seis fornecedores diferentes”, aponta.

Além do aumento das vendas pelo reposicionamento comercial da empresa, também colaborou na importância da Damovo Brasil (geralmente o mercado brasileiro responde por entre 1 e 5% do total nas multis) a estagnação atual da economia europeia.

Das outras nove filiais da multinacional, oito estão no velho continente - Alemanha, Bélgica, Holanda, Inglaterra, Irlanda, Polônia, Suíça, Polônia e República Checa – e apenas uma fora, no México.

O presidente da Damovo Brasil não revela números sobre o faturamento – a companhia é controlada por investidores como JP Morgan e Deusche Bank e tem capital fechado –, mas informações divulgadas pela imprensa informaram um faturamento de R$ 143 milhões no país em 2010.

Já o lucro do ano passado, segundo os mesmos dados, ficou em R$ 4,71 milhões, uma evolução frente a um prejuízo divulgado de R$ 163 mil em 2009.

Contrações no Sul
A estratégia de diversificação da Damovo do Brasil na região Sul passa por contratar executivos no mercado que possam levar a cabo a diversificação das vendas do portfólio da companhia.

Recentemente a empresa contratou Vladimir Bidniuk, ex-coordenador regional HiPath da Siemens.

“Devemos fazer mais 10 contratações até o final do ano, além de reforçar nosso trabalho junto aos canais locais”, revela Thiago Nowak, gerente regional da filial Porto Alegre da empresa.

A Damovo emprega hoje 33 colaboradores no Sul do país, dentro de uma força de trabalho total de 400 pessoas no Brasil.

 Maurício F. Renner cobre o Seminário de Gestão de TIC em Bento Gonçalves a convite da Sucesu-RS

Maurício Renner