Greg Brown, da Motorola Solutions, reuniu-se com Bernardo

Enquanto a Motorola Mobilty cai nas graças do Google, a divisão coirmã – Motorola Solutions – estreita relações com o Brasil.

O presidente da empresa, Greg Brown, declarou nessa terça-feira, 16, que a companhia pensa em expandir suas operações no Brasil – país no qual atua há 35 anos.

A aposta é embalada pelos incentivos do governo para o setor de telecomunicações.

Os incentivos fiscais em estudo pelo governo devem ser destinados à construção de redes de fibra ótica e de equipamentos de transmissão, como roteador e modem. Os detalhes da desoneração devem ser decididos até setembro.

Brown reuniu-se com o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, nessa terça-feira, 16.

Entre os benefícios em estudo estão redução de PIS e Cofins e IPI. No caso da isenção de IPI, deverá ser exigido dos fabricantes um percentual mínimo de conteúdo nacional, por meio das regras do Processo Produtivo Básico (PPB).

Motorola Solutions
A Motorola Solutions produz equipamentos e sistemas para empresas e governos. Na segunda-feira, 15, o Google anunciou a aquisição, por US$ 12,5 bilhões, da Motorola Mobility, divisão de celulares e tablets.

Para Brown, a venda da Mobility não afeta os negócios da Solutions: “É uma empresa totalmente separada”.

Além dos incentivos, o executivo destacou a importância do uso do espectro de 700 mega-hertz para internet banda larga.

Segundo ele, os Estados Unidos e outros países estão priorizando esse espectro. “Acredito que essa é uma tendência que deve continuar também no Brasil, e acho que vai ser algo positivo para o desenvolvimento econômico e a expansão do trabalho”, declarou.

A faixa pode ser usada para a telefonia de quarta geração e atualmente é utilizada pelo setor de radiodifusão, mas com a digitalização do sinal de TV o espaço deve ser desocupado até 2016.