A operadora TIM foi multada em R$ 1 milhão pelo Procon de Florianópolis, informa o site do jornal Diário Catarinense.

Conforme a matéria, a punição foi aplicada por descumprimento de uma determinação que impede as lojas da empresa de venderem produtos até a próxima quarta-feira, 20, na cidade. O flagrante na venda teria ocorrido menos de três horas depois de a operadora ser informada.

Uma loja no centro da cidade foi a responsável pela multa, relata o site.

Na unidade da rua Felipe Schmidt, um fiscal à paisana comprou um chip para celular, durante as 48 horas de impedimento informadas à matriz por medida cautelar, na parte da manhã dessa segunda-feira, 18.

De acordo com o relatado ao Diário pelo diretor do Procon em Florianópolis, Tiago Silva, a matriz tinha a obrigação de avisar todas as revendas da TIM na capital.

O auto de infração será entregue na matriz nesta segunda-feira.

O Procon explica que a TIM já havia sido notificada diversas vezes, mas não conseguiu se adequar ao que determina o Código de Defesa do Consumidor. Em uma das notificações consta que o cliente da operadora contratou um serviço por R$ 29,90 mensais e sua conta veio com o valor de R$ 1.038.

Em nota oficial, a TIM informou que está avaliando as medidas cabíveis. A empresa pode recorrer da multa, explica o site catarinense.