O iPhone passou à frente do BlackBerry na preferência de usuários  empresariais.

Conforme uma pesquisa da iPass, empresa especializada em serviços corporativos de mobilidade, o dispositivo da Apple ganhou o espaço do da RIM no último trimestre, ficando com mais de 45% do favoritismo de 2,3 mil funcionários entrevistados em 1,1 mil empresas de todo o mundo.

O BlackBerry ficou com 32% dos usuários.

No mesmo período de 2010, o relatório da iPass indicava o BlackBerry à frente, com 34,5%, ante 31% de usuários do smartphone da Apple.

No estudo recente, o Android ganhou espaço: dos 11% de entrevistados que diziam usar a plataforma do Google no ano passado, o índice subiu para 21% este ano.

A dona do campinho
Apesar do crescimento, a iPass avalia que a tendência é que o domínio do campo corporativo siga com Apple nos próximos meses: para o ano que vem, 18% dos entrevistados pela empresa revelaram a intenção de adquirir um iPhone em 2012, quando para o BlackBerry as respostas ficaram em míseros 2%.

Consolo
Conforme a iPass, os resultados do estudo não indicam que a fatia de mercado do BlackBerry reduziu, mas sim que a da Apple tende a crescer mais rapidamente, assim como a do Android.

Na avaliação divulgada pela empresa, a expansão do iPhone e do Android nas corporações se dá em função de uma maior liberdade de opção dentro das empresas, já que 73% das consultadas para o estudo deste ano afirmaram permitir que os colaboradores acessem dados corporativos a partir de dispositivos não gerenciados pelo setor de TI.

Além disso, a pesquisa do ano passado revelou que 66% das empresas fornecia smartphones a seus colaboradores, o que caiu para 58% este ano, deixando a escolha pelo dispositivo mais à vontade do funcionário.

Queda geral

Outro estudo, da EMA (Enterprise Management Associates), já havia mostrado, em outubro passado, a queda do BlackBerry ante o iPhone no ambiente corporativo.

Esta pesquisa revelou que 30% dos usuários de smartphones da RIM em empresas com 10 mil colaboradores ou mais planejava mudar para uma plataforma diferente em 2012.

Conforme avaliação da EMA, isso irá levar a uma diminuição significativa da parcela de mercado do BlackBerry em grandes empresas, atualmente de 52%.

Já dados da Nielsen sobre o último trimestre indica que o Blackberry tem uma fatia de 18% entre todos os smartphones usados nos EUA, o que fica bem atrás da Android, com 43%, e do iPhone, com 28%.