Os chamados cartões sem contato, utilizados para concessão de benefícios como vale refeição e alimentação a funcionários, vão movimentar cerca de R$ 16 bilhões em 2007. A projeção é de José Renato Hopf, presidente da gaúcha GetNet Tecnologia, especializada em soluções N&SP (Network and Service Provider).

A GetNet tem uma rede de captura de transações eletrônicas instalada em 110 mil estabelecimentos comerciais de 3.500 cidades brasileiras. São 180 mil pontos de atendimento da companhia gaúcha, que é especializada na área de cartões sem contato. "Ainda conviveremos por algum tempo com os cartões tradicionais de tarja magnética, mas no futuro não muito distante acredito que esta tecnologia será a mais usada pelo segmento", declara Hopf.
 
A rede da empresa gaúcha oferece terminais para o processamento de produtos de administradoras de cartões e operadoras de diversos segmentos, como financeiro, varejo, telefonia e transportes, entre outros. Além disso, a companhia fornece serviços complementares, como credenciamento e atendimento de pós-venda, call center e suporte técnico. Além da matriz no Rio Grande do Sul, a organização mantém 12 filiais em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Recife, Salvador, Fortaleza, Belém, Campinas, Ribeirão Preto e Espírito Santo.