A operadora Vivo, líder em telefonia móvel no Brasil, teve R$ 3 bilhões liberados pelo BNDES para investir na expansão da sua rede.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo dessa quarta-feira, 21, a intenção é levar o 3G a mais 2.800 municípios.

Para o gerente do Departamento de Informação e Tecnologia do Banco, Irecê Loureiro, o avanço é um “patamar sem precedentes, já que há seis meses a Vivo fornecia o 3G a “apenas” 600 cidades.

Loureiro também disse à Folha que, além da expansão da rede, o aumento da compra de tecnologia pela Vivo com esse contrato foi outro fator determinante para a operação ser aprovada.

O BNDES só aprova financiamento de equipamentos fabricados no país. Com essa operação, chega a R$ 29 bilhões os desembolsos do banco para o setor de telefonia. Segundo o banco, o dinheiro permitiu investimentos de R$ 198 bilhões.

Leia a matéria completa da Folha de S. Paulo (para assinantes) nos links relacionados abaixo.