A Anatel identificou a Oi e a Telefônica como as prestadoras de serviço de telecomunicações com maior poder de mercado significativo (PMS) no Brasil.

Segundo o site do Valor Econômico, ao propor novos critérios para avaliar a competição no setor, a agência apontou as companhias como as que exercem maior influência sobre as ofertas de serviços.

Tal força vem da atuação em um grande número de cidades, sozinhas ou com poucas concorrentes.

Na infraestrutura e oferta de banda larga, a Oi (Telemar) atua sozinha na condição de PMS em 3.758 municípios, enquanto a Telefônica em 547 cidades.

Ainda neste segmento, a Telmex (grupo formado pela Embratel, a Net e a Claro) possui forte atuação neste mercado, partilhado com a Oi ou a Telefônica, a condição de PMS em outras 49 cidades.

Na tarifa de interconexão fixa e móvel entre rede, a Oi e a Telefônica detêm sozinhas poder de mercado em, respectivamente, 4.919 e 645 municípios. Ou seja, a totalidade dos municípios brasileiros.

Em infraestrutura de transporte local, a Oi tem maior força sobre os concorrentes em 3.934 municípios.

A presença da Telefônica é predominante em 606 municípios neste segmento.

Leia a matéria completa do Valor nos links relacionados abaixo.