A Cielo, uma das cinco maiores redes de pagamento eletrônico do mundo, contratou o CPqD para adequar os sistemas de varejistas integrados à sua rede ao novo padrão PCI (Payment Card Industry), criado pela indústria de cartões de pagamento com foco na expansão de regras de segurança.

O prazo para adequação ao novo padrão é até o fim de setembro próximo. A novidade vale para redes varejistas que trabalham com cartões de débito e crédito de bandeiras de grande abrangência, como Visa e Mastercard.

O coordenador do projeto PCI na Gerência de Segurança da Informação do CPqD, Alessandro Paganuchi, explica que o trabalho a ser realizado para a Cielo consiste na análise, em conjunto com os estabelecimentos de varejo, da adequação dos sistemas existentes aos 12 requisitos de segurança definidos pelo novo padrão.

“Após a adequação dos sistemas ao padrão, realizaremos a auditoria de homologação e o estabelecimento receberá, então, a certificação de conformidade PCI”, diz Paganuchi.

O CPqD é uma instituição independente com foco em soluções para os setores de telecomunicações, energia elétrica, financeiro, industrial, corporativo e administração pública. A organização foi a primeira do país a ter profissionais certificados na versão 1.1 do padrão PCI-DSS (Data Security Standard).

Além disso, os auditores do CPqD possuem a certificação QSA (Qualified Security Assessors), que é renovada anualmente, conforme exigência do conselho internacional responsável pelo padrão.