O prefeito de Porto Alegre, José Fogaça, destacou nesta quarta-feira, 14, em palestra no Tá na Mesa, da Federasul, que os investimentos em inovação digital na capital gaúcha não serão exclusividade da preparação para a Copa de 2014: eles já vêm ocorrendo há bastante tempo, com foco na cidade, e não no evento.

"Desde que assumi a prefeitura, em 2005, a rede de fibra ótica da cidade, por exemplo, comandada pela Procempa, aumentou de 170 km para 600 km", destacou Fogaça.

O prefeito, que na semana que vem definirá sua saída do cargo para concorrer ao governo do estado, também ressaltou a disponibilização de banda larga na Restinga, via estrutura de Power Line Communication da CEEE.

"Este é um projeto útil sempre. Com a banda larga, muitas empresas poderão se interessar em ir para o bairro, já que isso facilita sua comunicação", comentou.

Em melhores mãos?
Fogaça afirmou, ainda, que ao deixar a gestão de Porto Alegre nas mãos do vice, José Fortunatti, entrega como legado projetos já estruturados em diversas áreas, com recursos já captados, prontos para serem executados.

E completou: "Tenho certeza de que quem fica tem mais competência que eu para fazê-lo".