Tamanho da fonte: -A+A

A Anatel informou na última terça-feira, 23, que sete empresas brasileiras estão interessadas na licitação para o direito de exploração de espaços orbitais destinados a lançamentos de satélites no país.

De acordo com a Agência Brasil, as empresas são a Eutelsat do Brasil, a Hispamar Satélites, a HNS Americas Comunicações, a Intelsat Brasil Serviços de Telecomunicações, a SES DTH do Brasil, a Sky Brasil e a Star One.

As interessadas já encaminharam os documentos de identificação, as propostas de preço e a documentação de habilitação. O julgamento das propostas só ocorre na próxima terça, 30 de agosto e o preço mínimo de cada posição orbital é R$ 3,94 milhões.

Serão licitadas quatro posições orbitais para lançamentos de satélites. Os direitos de exploração serão conferidos por 15 anos, prorrogáveis uma única vez. Assim, uma mesma empresa poderá obter até dois dos quatro direitos licitados, segundo explica a Agência.

As empresas que obtiverem a permissão poderão utilizar os satélites para oferecer serviços de telefonia, televisão, radiodifusão e transmissão de dados.

Conforme a Agência Brasil, os satélites deverão cobrir todo o território nacional e dedicar pelo menos 25% da capacidade para atender ao mercado brasileiro.

O investimento poderá ampliar a capacidade satelital brasileira, atendendo às demandas comuns do setor e àquelas antecipadas em função de grandes eventos.