A Portugal Telecom teve um queda de 83% no lucro líquido do quarto trimestre de 2010, na comparação com o mesmo período um ano antes. O valor nominal foi de € 54,5 milhões (R$ 126,3 milhões).

Segundo a Folha de S. Paulo, o resultado foi impactado pela venda da participação da empresa na Vivo para a Telefónica, em julho passado, e foi pior do que esperavam os analistas, de € 89 milhões.

No ano, porém, o negócio gerou um resultado positivo para a PT, que registrou lucro de € 5,67 bilhões (R$ 130,1 bilhões).

Antes de comprar parte da Vivo, a Telefónica dividia o controle da Brasilcel, dona da brasileira Vivo – com 60% de participação na empresa –, com a PT.

A transação está sendo investigada pela União Europeia, que suspeita que as empresas combinaram para não concorrer em seus mercados nacionais.

Com parte do dinheiro recebido na venda, em janeiro último a PT anunciou acordo com a Oi, para ficar com uma participação de 22,38% no grupo brasileiro.

O acordo prevê também que a Oi vai adquirir 10% de participação na PT e que ambas as empresas "farão planos de intercâmbio tecnológico, de compras conjuntas e de expansão internacional".

Em 2010, a Vivo registrou lucro líquido de R$ 1,9 bilhão, crescimento de 115,7% ante 2009.

No quarto trimestre, a operadora lucrou R$ 864,2 milhões, alta de 43,6% ante resultado do terceiro trimestre.