A GP Guarda Patrimonial, de São Paulo, implementou 3.350 aparelhos com solução Nextel para controle de acesso e horas trabalhadas dos seus colaboradores alocados em várias regiões do país, substituindo o tradicional relógio de ponto.

“A tecnologia supriu a dificuldade do controle das horas desempenhadas e trocas de turnos, uma vez que temos 19 mil funcionários, entre todos os segmentos de atuação”, avalia Paulo Belleza, diretor executivo da GP. “Tivemos uma economia expressiva, pois o custo do relógio de ponto sempre foi inviável em locais com poucas pessoas, onde a despesa do equipamento muitas vezes era maior que o faturamento de meses”, complementa.

Por meio de um aparelho Nextel equipado com software Java e disponível nos postos de trabalhos, os colaboradores registram suas matrículas e senhas. A partir disso, as informações são transmitidas automaticamente para a central administrativa da empresa, via rede de dados da Nextel online, tudo integrado ao ERP da GP.

Além de dados sobre entrada e saída, o sistema registra intervalo de almoços, horas extras e outras funcionalidades.

Conforme Belleza, a parceria com a Nextel viabilizou a fiscalização eletrônica tanto para os postos pequenos, quanto para os grandes, permitindo o acompanhamento em tempo real de atrasos, horas extras, folgas e cobertura de possíveis faltas.

Outro ponto importante, segundo o diretor, é a integração do sistema com a folha de pagamento, o que diminuiu as reclamações de colaboradores quanto à divergência de apontamentos e pagamentos.

”Acreditamos que evoluímos cerca de 20 anos o processo de marcação de ponto”, comemora o executivo.

Agora, a expectativa da GP é ampliar o número de aparelhos Nextel contratados em pelo menos 1 mil.

A companhia, especializada em soluçõe de segurança patrimonial, tem presença nos estados da Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Já a Nextel está presente no país desde 1997 e já investiu R$ 5,3 bilhões na operação local. A empresa possui 2,9 milhões de usuários corporativos em sua área de cobertura, que compreende 384 cidades nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Goiás, Bahia, Ceará, Pernambuco, Espírito Santo e Brasília.