Dados de estudo da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) mostram que os preços dos planos de banda larga para empresas no Brasil têm variação de 75%, dependendo do estado.

Além disso, diz a Firjan, a oferta ainda é precária.

O custo médio do acesso DSL no Brasil é de R$ 70,85, tendo São Paulo com custo de R$ 63,23 e o Rio a R$ 66,57.

Em Alagoas, o acesso de banda larga de 1 Megabit por segundo (Mbps) custa R$ 57,40 e, no Amazonas, Pará ou Sergipe, R$ 99,90. No Amapá, o acesso custa R$ 429,90.

Segundo Cristiano Prado, gerente de infraestrutura e de novos negócios da Firjan, quando se compara a banda larga de 10 Mbps, a oferta é mais cara e a variação para esta capacidade é ainda maior: vai de R$ 84,90 em Roraima a R$ 192,40 no Mato Grosso, em Tocantins e no Acre.

No Brasil, o preço médio é de R$ 105,23. Em São Paulo, o valor está bem próximo, com R$ 104,90, e no Rio, a R$ 98,23.

Quanto à banda larga com velocidade de 100 Mbps apenas 15 dos 27 Estados oferecem o produto.