Tamanho da fonte: -A+A

Os acionistas da Portugal Telecom devem recusar, em reunião marcada para esta quarta-feira, 30, qualquer proposta da Telefônica pela compra da Vivo.

É a opinião de analistas do mercado de telecomunicações entrevistados pelo site da revista Exame, segundo os quais a recusa será uma maneira de a empresa portuguesa forçar a Telefônica a elevar o valor oferecido pelos 50% de ações que detêm na operadora brasileira.

Pela proposta que será votada pelos acionistas da PT, os espanhóis se dispõem a pagar € 6,5 bilhões pela participação – valor que já é uma revisão da oferta inicial, de € 5,7 bilhões.

A direção da Portugal Telecom tem afirmado que a oferta da espanhola não reflete o valor estratégico da Vivo. Conforme os especialistas ouvidos pela Exame, a Telefônica já deve estar preparando uma elevação da nova oferta, o que poderia acontecer até mesmo antes da assembléia do conselho da PT.

Ainda segundo os especialistas, para ser aceito pelos portugueses o valor deveria subir para pelo menos € 7,5 bilhões.

A matéria da Exame na íntegra pode ser conferida pelo link relacionado abaixo.