A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) investiu R$ 1,26 milhão para migrar seu sistema de telefonia tradicional, que acumulava mais de 12 anos de uso, para uma estrutura VoIP.

O projeto, iniciado em setembro de 2010 com abertura de licitação para contratação de fornecedor, compreende a implantação de uma infraestrutura convergente de voz, dados e imagem, o que inclui não só ativos de telefonia, mas também de software, de rede e serviços de gestão de contas.

Segundo o Pró-Reitor de Administração da universidade paranaense, Ariângelo Hauer Dias, a adoção da telefonia IP exigiu a reestruturação de todo o parque de equipamentos de rede nos campi e órgãos externos da instituição.

Assim, do investimento de R$ 1,26 milhão - que foi financiado em 60 parcelas de R$ 21 mil - cerca de R$ 500 mil foram destinados à instalação da infraestrutura de rede.

Foi adquirido, por exemplo, um switch distribuidor de grande porte, já instalado na Central Telemática da universidade, e um switch receptor para cada bloco dos campi e órgãos externos.

Esta nova estrutura de hardware é que garante a comunicação via novo sistema via VoIP, segundo o pró-reitor.  

Com isso, explica Dias, todos os antigos aparelhos telefônicos foram descartados e houve redução significativa nos custos com telefonia, além de eliminação da instabilidade na rede, que agora é de fibra ótica e também contempla intranet e conexão à web.

Empolgada pelos resultados do projeto, agora a TI e a administração da UEPG já projetam novos investimentos.

Entre as aquisições, estão previstos aparelhos de imagem, novos ramais telefônicos e serviços para ajustes de configurações e gerenciamento do projeto.