Funcionários da Petrobras vão poder ficar três dias por semana em casa.

A Petrobras implantou um modelo de home office com três dias de trabalho em casa e dois no escritório, valendo a partir desta terça-feira, 01.

A opção não é obrigatória e o profissional pode indicar menor frequência ou até mudar de ideia no futuro.

A medida vai valer para todos os funcionários administrativos, até mesmo aqueles vinculados a áreas operacionais, totalizando 28,5 mil pessoas.

Como em outras grandes empresas, o home office foi introduzido em massa na Petrobras como uma medida de prevenção ao coronavírus, valendo a princípio até dezembro.

Segundo disse à Exame o gerente executivo de RH da Petrobras, Cláudio Costa, fala que a expectativa é de uma alta aderência da equipe. 

Segundo pesquisa interna com 13.400 empregados, cerca de 86% classificou a experiência de teletrabalho como ótima ou boa e 82% tem interesse em adotar o teletrabalho em até três dias.

Enquanto a redução do espaço de escritório ainda é um plano para o futuro, o gerente executivo afirma que empresa planeja uma capacidade para 50% do quadro no presencial.

“Haverá uma redução de custos para a companhia, não há dúvida, mas nosso objetivo com a decisão foi muito mais a eficiência, com o aumento observado na qualidade de vida, produtividade e engajamento”, explica Costa.

Na pesquisa, 60% dos empregados disseram que a produtividade aumentou durante o período de quarentena e 34% viram uma manutenção da produtividade. 

Entre as vantagens, os funcionários apontaram a ausência de deslocamento para o escritório (91%) e melhor qualidade de vida (64%).