Salvador Shopping tem mais de 200 câmeras. Foto: Divulgação.

Com mais de dois milhões de visitantes por mês, o Salvador Shopping evoluiu seu antigo sistema de CFTV (Circuito Fechado de Televisão) de analógico para IP e, nessa migração, implementou a solução Security Center da fabricante canadense Genetec, uma plataforma unificada para gerenciamento de imagens, vídeos, controle de acesso etc. 

No total, foram investidos neste projeto mais de R$ 1,6 milhão incluindo gastos com hardware, software e infraestrutura.

Instalada em fevereiro deste ano pela integradora Estrela, a solução Security Center da Genetec gerencia atualmente imagens geradas por mais de 200 câmeras. Já para 2015, a equipe de Segurança do Salvador Shopping pretende expandir o projeto, aumentando em 50% o número de câmeras.

Os planos de trocar o sistema de CFTV começaram em meados de 2013.

"Escolhemos a solução Security Center devido a sua plataforma aberta (open source) e padronizada, que nos dá a liberdade de escolher qualquer fabricante de hardware. Com o Security Center, se decidirmos fazer uma nova troca de câmeras no futuro, há uma grande variedade de marcas compatíveis com a solução da Genetec", explica Alecsandro Vinicius, gerente de segurança do Salvador Shopping.

Vinicius também apontou a alta qualidade da imagem do Security Center como um fator determinante para escolha da solução. Sua facilidade em buscar as imagens e a possibilidade de customizar o sistema de acordo com as demandas do operador, foram fatores importantes e complementares.

"Com o escritório da Genetec no Brasil, teremos suporte local e em português quando quisermos customizar o sistema para adequá-lo às nossas demandas", pontua. 

Vinicius ainda menciona que a resposta imediata a eventos passou de 60% no sistema antigo para 90% com o Security Center e já houve, inclusive, reconhecimento da polícia em relação à alta qualidade de imagem. Segundo o gerente, o sistema facilita a identificação de suspeitos e resolução das ocorrências.

"Um dos nossos maiores desafios foi trocar todo o cabeamento por fibra ótica, necessária para o sistema IP de videomonitoramento", conta Alecsandro Vinicius. 

Outro ponto mencionado por ele diz respeito à transmissão de dados por meio da fibra ótica. 

"Como o Shopping é muito grande, algumas câmeras estão localizadas a mais de 100 metros do rack mais próximo, o que prejudica o envio de informações por fibra ótica", completa. 

O gerente de segurança do Salvador Shopping explica que não foi feita projeção de retorno sobre investimento.

"Hoje possuímos um sistema de CFTV mais eficiente que nos ajuda a elucidar as ocorrências, nos permite identificar suspeitos e disponibilizar as imagens para a polícia. Isso acaba se traduzindo em maior comodidade e segurança aos visitantes, nossa maior preocupação", diz.

Com 298 mil metros quadrados de área construída, seis mil vagas de estacionamento e 464 lojas, o Salvador Shopping foi inaugurado em 2007. Sua construção, que teve investimentos de mais de R$ 500 milhões, levou em conta a utilização responsável de recursos. Em 2008, foi ouro na categoria "Projetos e Desenvolvimento Inovadores" em premiação da organização International Council of Shopping Centers (ICSC). 

A Genetec desenvolve software de plataforma aberta, hardware e serviços baseados em nuvem para segurança física e para a indústria de segurança pública. Seu principal produto, o Security Center, unifica videomonitoramento baseado em IP, controle de acesso e reconhecimento de matrículas (LPR) em uma única plataforma. 

Companhia global criada em 1997, a Genetec tem sede em Montreal e fornece equipamento tanto para empresas privadas quanto para o governo por meio de uma rede integrada de revendas, integradores e consultores em mais de 80 países.