WEG está reforçando sua posição como uma fornecedora para a Indústria 4.0. Foto: Divulgação.

A WEG, empresa catarinense que é uma das maiores fabricantes de equipamentos elétricos do mundo, acaba de fechar a compra por um valor não revelado de 51% da paulista  PPI-Multitask, especializada em automação industrial.

Não foi aberto o valor da compra. O contrato prevê que a WEG possa ampliar sua participação nos próximos anos.

Fundada em 1992 em São Paulo, a PPI-Multitask possui longa experiência na integração de sistemas de automação para controle de máquinas e processos industriais, possuindo um dos mais conceituados softwares de MES desenvolvidos no Brasil. 

A companhia também tem soluções de integração de sistemas de automação industrial, Internet das Coisas Industrial e softwares para a indústria, um pacote completo para a chamada Indústria 4.0.

As soluções da PPI fazem a automação da coleta de dados e monitoramento online do chão de fábrica, levando os dados para sistemas do lado de gestão, como ERPs, BIs, SCMs e PLMs. A empresa tem cerca de 100 funcionários com perfil no Linkedin.

Em nota, a WEG explica que os softwares da PPI serão associados aos seus produtos de automação e motores, tornando possível o monitoramento do desempenho dos equipamentos.

Em junho deste ano a WEG anunciou a criação de uma nova estrutura de negócios digitais para acelerar o desenvolvimento de soluções em softwares, embarcados ou externos, aos produtos tradicionais da companhia, bem como transformar em negócio seu sistema de gerenciamento de processos e de manufatura em tempo real.

A nova área é encabeçada por Carlos José Bastos Grillo, um profissional de carreira na empresa, na qual está desde 1997.

O executivo tem a missão de liderar a oferta “Indústria 4.0” da WEG. 

O WEG Motor Scan é um exemplo do tipo de produto que reflete o posicionamento futuro da WEG.

Trata-se de uma nova tecnologia permite que dados sobre o funcionamento dos motores elétricos sejam transmitidos por meio de conexão Bluetooth para os celulares dos encarregados da manutenção ou para equipamentos do tipo gateway, para depois serem retransmitidas para o WEG IoT Platform, onde estão disponíveis várias ferramentas de gestão da planta.

O WEG Motor Scan já monitora diversas aplicações em duas unidades fabris da WEG em Jaraguá do Sul, Santa Catarina, incluindo exaustores, esteiras transportadoras, jatos de granalha, recirculadores de ar, compressores e bombas hidráulicas.

Com base nos dados capturados e enviados para a nuvem, é possível tomar decisões mais rápidas e assertivas principalmente nos casos de manutenção preditiva, garantindo maior eficiência e vida útil do motor.

Fundada em 1961, a WEG é uma empresa global de equipamentos eletroeletrônicos, atuando principalmente no setor de bens de capital com soluções em máquinas elétricas, automação e tintas, para diversos setores, incluindo infraestrutura, siderurgia, papel e celulose, petróleo e gás, mineração, entre muitos outros.

Com operações industriais em 12 países e presença comercial em mais de 135 países, a companhia atingiu faturamento líquido de R$ 9,5 bilhões, em 2017, dos quais 56% foram provenientes das vendas realizados fora do Brasil.