CELULARES

Trocafone levanta R$ 30 milhões

04/12/2020 15:39

Sétima rodada de investimentos contou com os fundos Barn Investimentos, Bulb Capital e Wayra.

Guille Freire, CEO da Trocafone. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Trocafone, startup especializada na compra e venda de smartphones e tablets seminovos no Brasil e América Latina, acaba de receber um aporte de R$ 30 milhões em sua sétima rodada de investimentos, que contou com os fundos Barn Investimentos, Bulb Capital e Wayra.

Fundada no Brasil em 2014 pelos empresários argentinos Guille Freire e Guille Arslanian, a startup já vendeu mais de 1,4 milhões de aparelhos seminovos. 

O negócio consiste em revender os smartphones usados com desconto entre 35% e 40% do valor original, com compra e venda através do site da companhia ou de varejistas parceiros — como Casas Bahia, Americanas.com, Ponto Frio, Magalu, Samsung, Fast Shop e Vivo. 

Segundo a empresa, todos os smartphones e tablets passam por uma análise técnica composta pela verificação do hardware e do software e, após todo o processo de qualidade, os aparelhos são disponibilizados para venda.

Devido à necessidade de trabalho remoto e aula online, a Trocafone viu as vendas dobrarem de volume durante a pandemia. Com isso, a companhia espera fechar o ano com um incremento de 80% na venda de aparelhos.

Além da venda, a empresa está oferecendo aos clientes o seguro dos aparelhos contra queda acidental, roubo e furto.

Ela também está atuando com serviços de leasing de celulares, que é quando o consumidor faz a compra no varejo e pode pagar em 24 parcelas, financiando 70% do valor do aparelho. No final do contrato, pode devolvê-lo e comprar outro ou pagar os 30% restantes do valor.

No caso de usar o smartphone na troca, o intermédio da operação é feito através da plataforma da Trocafone.

Em cinco anos, esta é a sétima rodada recebida pela empresa, somando a quantia de R$ 200 milhões. Com a nova injeção de capital, a startup pretende expandir a oferta de serviços no Brasil e aumentar em 50% o tamanho da equipe, que hoje é de 400 funcionários.

“Temos muitas oportunidades de crescimento no mercado e estamos apostando no lançamento de novos serviços”, destaca Guille Freire, CEO da Trocafone.

Para 2021, a empresa está estruturando o lançamento de uma nova frente de negócio, que será responsável pelo conserto express de smartphones e tablets, possibilitando que o cliente tenha seu aparelho arrumado em poucas horas.

Veja também

IMÓVEIS
Vivalisto migra plataforma para IBM Cloud

Empresa aderiu ao programa global Startup With IBM e espera crescer 110% em 2020.

MARKETPLACES
Olist compra Clickspace

Depois de receber R$ 310 milhões do Softbank, a empresa planeja estratégia agressiva de aquisições.

FOODTECH
The Coffee recebe aporte de R$ 28 milhões

Investimento foi liderado pela Monashees. Micro cafeteria tem sistema próprio para autoatendimento.

ELITE
Startups com investidor grande são 2%

Grande maioria das startups em atuação no Brasil não tem nenhum investidor.

FINANCEIRO
Nelogica recebe investimento de R$ 550 milhões

Crescera e Vulcan agora têm participação minoritária na empresa, que foi avaliada em R$ 2,9 bilhões.

AGRÍCOLA
YAK recebe aporte de R$ 1,2 milhão

Investimento na fabricante de tratores elétricos veio do programa Finep Startup, vinculado ao MCTIC.

VENTURES
Tivit vai investir R$ 400 milhões em startups

Valor deve ser destinado a aportes em até 10 empresas por ano nos próximos cinco anos.

REFORÇO
Acesso Digital contrata Fernanda Weiden

Ex-Facebook e Google, profissional é a nova VP de Engenharia da idtech.

MINAS GERAIS
Santa Casa monitora risco de Covid-19 com Cyberlabs

Aplicativo mede temperatura e controla sintomas de funcionários e visitantes no acesso ao hospital.

INVESTIMENTO
Olist recebe aporte de R$ 310 milhões

Rodada série D foi liderada pelo Softbank e deve financiar uma estratégia agressiva de aquisições.