TENDÊNCIA

Claro tem parceria focada em IoT para agronegócio

06/05/2019 10:48

O projeto Fazenda Conectada será testado no Condomínio Inovar, nas dependências da Embrapa.

O projeto Fazenda Conectada será testado no Condomínio Inovar, nas dependências da Embrapa. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Claro se uniu às organizações Embratel, Embrapa Meio Ambiente e Instituto Eldorado para a concepção de novas soluções voltadas ao agronegócio brasileiro. A parceria prevê a criação de soluções de Internet das Coisas (IoT) para o segmento.

As ofertas buscarão utilizar novas tecnologias de sensoriamento e conectividade para auxiliar o produtor rural na tomada de decisões importantes para os negócios.

“O agronegócio brasileiro é um importante contribuinte para o PIB nacional e um setor estratégico para a Embratel”, explica Eduardo Polidoro, diretor de negócios de IoT da Embratel.

A partir da parceria, será realizado o projeto Fazenda Conectada, no Condomínio Inovar, nas dependências da Embrapa Meio Ambiente, em Jaguariúna (SP), que disponibilizará áreas de experimentação, como plantações, laboratórios e estufas para a realização de demonstrações, visitas e reuniões com potenciais clientes. 

Nesses espaços, serão testados e validados novos dispositivos, softwares e soluções de conectividade com diferentes aplicações para o desenvolvimento do campo, com infraestrutura de rede celular da Embratel/Claro (2G, 3G e 4,5G) e as novas redes de IoT (NB-IoT e CAT-M). 

A Embratel fornecerá também ambiente de nuvem para a concepção das inovações.

O projeto Fazenda Conectada prevê a atuação em plantação de soja monitorada com sensores conectados, assim como em plantios de café, milho, cana-de-açúcar e sorgo. 

Por meio do uso de tecnologias de sensoriamento, conectividade e analytics, a ideia é coletar informações em tempo real sobre os cultivos, ajudando no controle e no diagnóstico de medidas necessárias para a irrigação e pulverização inteligentes, por exemplo.

As aplicações poderão atuar com sensoriamento do solo,  previsão do tempo com estações meteorológicas instaladas localmente, uso racional da água, conexão de máquinas e implementos agrícolas e rastreamento e localização de equipamentos.

O desenvolvimento e a busca de soluções para o segmento de agronegócio é uma tendência entre as operadoras do país.

Em abril, a Vivo, em parceria com Raízen e Ericsson e apoio da EsalqTec, apresentou as primeiras soluções de seu programa de startups focado em agronegócio brasileiro. Os projetos foram desenvolvidos por startups que compõe o programa Agro IoT Lab, iniciado em janeiro de 2019.

Já a TIM desenvolve o projeto 4G no Campo, iniciado em Goianésia com a Jalles Machado, agroindústria referência no setor sucroenergético nacional. A operadora já trabalha também com a SLC Agrícola para ativação de cobertura 4G na Fazenda Panorama e com a Adecoagro para levar a rede para o Vale do Ivinhema (MS).

Enquanto isso, a Amaggi, empresa com atuação em sete países através da produção e comercialização agrícola, em logística e energia, contratou a Oi para utilizar uma solução de banda larga e de IoT (internet das coisas). Com projeto piloto em atividade em uma das fazendas da companhia, localizada na cidade de Sapezal, no estado de Mato Grosso, a Amaggi busca levar inteligência para o negócio com a obtenção de informações em tempo real, conectando o maquinário presente na sua lavoura à rede da Oi.

Veja também

PRIVACIDADE
MPDFT quer relatório sobre uso de dados da Vivo

É a primeira vez que o poder público solicita este tipo de parecer para empresas do segmento.

TELECOM
Eventos esportivos vão impulsionar 5G

Amdocs ouviu 60 das 100 maiores operadoras do mundo.

AGRONEGÓCIO
Oi tem projeto de IoT com Amaggi

A Oi fornece e gerencia a conectividade e os dispositivos encarregados de transmitir os dados do campo.

REDES
O Brasil está preparado para o 5G?

A Anatel acelerou a definição dos últimos detalhes para a implementação da rede.

FUTURO
Embratel: R$ 30 milhões em edge computing

Empresa está levando a nuvem para mais perto dos seus clientes no Brasil.

ESTRATÉGIA
Oi adota nuvem privada Oracle

Contrato é único no mundo de acordo com a multinacional.

MOBILIDADE
Oi e Huawei levam experiência 5G para Búzios

A Oi montou um ambiente em parceria com a Huawei para demonstrações da tecnologia.

CARREIRA
Aluno do Insper tem TCC dentro da Vivo

Estudantes terão mentores dentro da operadora e farão projetos de melhoria.