BARBADA

Totvs pagou barato pela RD

06/08/2021 09:15

É o que opina o BTG, que acha que a startup valia na verdade 55% mais.

Pelas contas dos analistas do BTG, RD valia mais. Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

Foi barato o R$ 1,86 bilhão que a Totvs pagou por 92% da RD Station em março.

Pelo menos, é o que avalia um relatório do BTG divulgado pelo Neofeed

Com base nos resultados do segundo trimestre da Totvs, que inclui dados da startup, o banco calculou que a RD Station vale R$ 3,1 bilhões, 55% a mais do que o pago pela Totvs.

Na época da aquisição, muitos analistas avaliaram que a Totvs havia pago demais pela startup catarinense, destacando que o valor equivalia a 10 vezes a receita projetada da startup para 2021. 

O valor foi também bem acima do R$ 1 bilhão especulado pelos primeiros rumores de aquisição, ainda em janeiro. 

Na época, a Totvs estava disputando a compra com a Locaweb, que, também de acordo com rumores, ofereceu R$ 1,5 bilhão pela RD.

Na última rodada de investimentos, em 2019, a avaliação da RD ficava em R$ 750 milhões.

A compra acabou sendo de longe a maior da história da Totvs, quase três vezes mais do que os R$ 700 milhões pagos pela Datasul no já distante ano de 2008.

A RD é dona de uma plataforma de soluções que inclui produtos como o RD Station Marketing, de automação de marketing, e o RD Station CRM, que controla e organiza o processo comercial de médias e pequenas empresas.

A companhia tem mais de 25 mil clientes em 20 países com escritórios em São Paulo, Bogotá, México e São Francisco.

De acordo com os números divulgados pela Totvs, a RD Station atingiu uma receita de R$ 52,4 milhões no segundo trimestre deste ano, índice 15% superior ao estimado pelo BTG Pactual. A margem bruta foi de 76%.

Com isso, o banco calculou que a RD Station contribui com R$ 5 para o valor da ação da Totvs, cujo preço-alvo subiu para R$ 45. Hoje, o papel é comercializado na casa dos R$ 37, a companhia vale R$ 21,3 bilhões na B3.

Na divulgação, a Totvs dividiu as receitas entre o seu negócio tradicional de software de gestão e as novas áreas de Techfin, no qual ficam as ofertas de crédito, e Business Performance, na qual a principal oferta é a RD.

Essa área de Business Performance representou 15% das receitas da companhia no segundo trimestre, que foram de R$ 763,4 milhões.

“Naturalmente, as três verticais estão em diferentes níveis de maturidade, mas elas já têm algo em comum: uma alta margem de contribuição”, diz um trecho do relatório, assinado pelos analistas Carlos Sequeira e Osni Carfi.

De acordo com o relatório, a margem de contribuição da área de gerenciamento, em que está o negócio principal da Totvs, é de 53%. A Business Performance e a de Techfin têm margem de 51% e 45%, respectivamente.

Veja também

PEDALANDO
Totvs: receita líquida cresce 21,7%

Empresa fatura R$ 763,3 milhões no segundo trimestre e aumenta o ritmo.

GIRL FROM RIO
Anitta no conselho da Nubank

Cantora de sucesso deve aportar “expertise em construção de marcas” na fintech.

ERP
Omie recebe aporte de R$ 580 mi

Rodada série C foi liderada pelo SoftBank com participação de outros seis investidores.

RUMOS
SBPar investe R$ 50 milhões na Salux

Empresa gaúcha, um player tradicional de ERP para saúde, tem um novo CEO.

PORTAS
SAP faz aproximação com Google Cloud

Google está em boa posição para entrar com força na base de clientes da SAP.

PLAYER
Totvs tem spin off financeiro com B3

Gigante de software uniu forças com Bolsa de Valores para criar nova empresa.