PACOTE

HCL compra softwares da IBM por US$ 1,8 bi

07/12/2018 08:01

Produto mais famoso da lista é o Notes & Domino. 

IBM levou penca de softwares a preço de banana.

Tamanho da fonte: -A+A

A HCL vai pagar US$ 1,8 bilhão por cinco softwares da IBM, dos quais o mais conhecido é o Notes & Domino, software de mensageria que chegou a dominar no meio corporativo nos anos 90.

A lista inclui também:  Appscan (desenvolvimento de aplicações), BigFix (gerenciamento de dispositivos), Unica (automação de marketing), Commerce (omni-channel eCommerce) e Connections (workstream collaboration).

Os indianos já tinham fechado acordos com a IBM para terceirizar o desenvolvimento de alguns desses produtos, incluindo o próprio Notes & Domino.

“Os produtos estão em mercados que estão crescendo como segurança, marketing e comércio. Muitos são bem avaliados pelos clientes e posicionados no topo de seus quadrantes pelos analistas”, afirma C Vijayakumar, CEO da HCL Technologies.

Não é a primeira vez que as duas empresas fazem uma parceria do tipo. Os produtos Rational e Tivoli foram assumidos pela HCL em 2016.

Nos dias de hoje, no entanto, a combinação Notes e Domino é tida por muitos como software legado, superada pelo Exchange para mensageria e milhares de aplicações de colaboração.

A IBM comprou a Lotus Software, dona do Notes, por US$ 3,5 bilhões ainda em 1995, em um dos maiores negócios da época.

Foi um movimento que levou a IBM a ter uma presença maior em desktops no que era o momento auge da era cliente - servidor.

Veja também

EXCLUSIVO
Ideval Munhoz sai da T-Systems

Angélica Vitali, atual vice-presidente de Delivery da companhia, ocupará o cargo interinamente.

MÉTODOS
Meta: agilidade domina software

Empresa está virando a chave para desenvolvimento ágil.

E-MAIL
HCL assume Notes da IBM

Com o acordo, os produtos devem ter novas versões lançadas, incluindo o Domino 10 até 2018.

MUDANÇA
Nicolela monta corretora de investimentos

Executivo quer ajudar profissionais de TI a investir melhor durante sua carreira.

BIG BANCO
Rangogni assume Banco IBM

O argentino substitui Felippe Matteucci Melo agora é Chief Operating Officer (COO) da IBM Brasil.

SINAL DOS TEMPOS
Acabou a Cebit, super feira de TI

Feira de tecnologia que marcou época foi cancelada, em meio a queda de público e desinteresse de expositores.

MUDANÇA
Busch sai da Software AG e vai para SalesForce

O executivo assume cargo de regional VP na gigante de CRM.

MOVIMENTO
Castelucci, ex-HPE, é VP na Sonda

Segue o processo de consolidação do negócio da Sonda no Brasil.