NOMES

Troca na unidade de nuvem da Tivit

08/12/2021 12:10

Sai André Frederico, entra Daniel Galante. Cloud é metade da empresa.

Daniel Galante.

Tamanho da fonte: -A+A

A Tivit trocou o comando da sua unidade de negócios focada em computação em nuvem, uma das mais importantes da empresa.

O novo líder da unidade é Daniel Galante, ex-managing director da Claranet no Brasil, contratado em 2019 para assumir a diretoria de cloud pública da empresa.

Galante fundou em CredibiliT, empresa especializada em migração e gestão de nuvem, adquirida em dezembro de 2016 pela Claranet, uma multinacional inglesa de serviços gerenciados com forte presença na Europa.

O profissional substitui André Frederico, que estava há 11 anos na empresa, os últimos três e meio na área de cloud.

Frederico entrou na empresa por outra área, como diretor de fusões e aquisições, marketing e relações com investidores, sendo promovido depois para Chief Strategy Officer.

O profissional vinha de uma carreira na área financeira, tendo sido diretor financeiro na BRQ e tido passagens em fundos como Merrill Lynch e Patria.

A unidade oferece serviços de nuvem pública, privada e serviços gerenciados, com uma equipe de 600 profissionais.

“O mundo digital é híbrido e orientado a software, e os desafios à frente mostram que aperfeiçoar esse modelo, escalar a infraestrutura, garantir a segurança, e dominar as tecnologias de inteligência artificial e big data serão iniciativas definitivas para levar negócios a outro patamar”, comenta Galante.

Em nota, a Tivit destaca que Galante trouxe um crescimento de “três dígitos” para a área, além de consolidar a companhia como um dos principais parceiros da AWS, Microsoft e Google na região.

Quando da divulgação da sua contratação, em 2019, a Tivit falou que a meta de Galante era triplicar os resultados. Como ele está sendo promovido, é possível que tenha batido essa meta.

Na nota, a Tivit também menciona de passagem que seu faturamento em 2020 foi de R$ 2 bilhões, mais do que a metade oriundo de cloud.

Veja também

REFORÇO
Ingram Micro adquire BRLink

Adquirida é forte no tema serviços gerenciados na nuvem da AWS.

BOOM
Falha na AWS faz Internet tremer

Problema nos EUA causa instabilidade no iFood, Valorant e C6 Bank, entre outros.

MAIS UMA
Serpro venderá nuvem Oracle

AWS, Huawei e Microsoft já estão dentro do portfólio do novo broker de cloud.

VALORES
Nasdaq vai rodar na AWS

Bolsa americana de tecnologia começa a migrar para a nuvem em 2022.

CHEGUEI
Tencent Cloud abre data center no Brasil

Braço de computação em nuvem da gigante chinesa agora está em São Paulo.

FATIAS
Pentágono terá 4 fornecedores de nuvem

Microsoft, AWS, Google e Oracle foram convidados para a festa. IBM está fora.