Newton Costa é o novo CIO da São João.

Newton Costa, ex-head de canais digitais da Lojas Renner, acaba de assumir o cargo de CIO da rede de farmácias São João, uma das maiores em atuação no Brasil.

A informação é de fontes de mercado e foi confirmada pelo Baguete.

Costa atuou na Renner entre 2012 e 2017. Nos últimos dois anos vinha atuando como consultor da Dot Edge.

O profissional começou a carreira na Gerdau nos anos 90, passando depois pela CRT, Brasil Telecom e HP.

A São João projetava fechar o ano passado com 700 lojas no Rio Grande do Sul e um faturamento de R$ 3 bilhões. 

A empresa está passando por um período de grandes investimentos em tecnologia.

Em uma entrevista ao jornal gaúcho Zero Hora, o fundador, Pedro Henrique K. Brair, falou em investimentos previstos de R$ 80 milhões em tecnologia, incluindo um novo sistema de gestão da SAP, atualmente em implantação pela Meta, e a criação de data centers em São Paulo e no Rio de Janeiro.

O projeto SAP foi revelado com exclusividade pelo Baguete em 2016. 

Na época, o projeto estava sendo tocado pelo lado da São João por José Antônio Costa Leal, na função de "consultor de planejamento estratégico de TI".

Leal é um profissional TI experiente, que foi gerente geral de TI da Gerdau e tinha três décadas de casa. A siderúrgica é um dos maiores clientes da multinacional alemã no país.

Pelo que parece, a São João decidiu ter um cargo de CIO e mexeu no comando.

O projeto de SAP da São João tem um grau adicional de complexidade por combinar especificidades do varejo com o ramo de farmácias, no  qual existem uma série de particularidades relativas a gestão de estoque e compras junto às grandes farmacéuticas.

Existem poucos casos de uso de SAP nesse ramo no Brasil. Segundo a reportagem do Baguete pode averiguar, o maior deles é a rede cearense Pague Menos. 

Com um número de lojas na época similar à da São João, a empresa implantou o SAP com consultoria da IBM em cinco meses em 2012, a um custo de R$ 5 milhões.

Outra grande implementação foi, nesse caso em uma distribuidora de medicamentos, foi na paulista Servimed, onde o software foi instalado em 2010.

Hoje, muito da agilidade e assertividade da São João é produto do instinto empreendedor do fundador, o que nem sempre é fácil de colocar dentro das regras de negócio do SAP.

Filho de agricultores de Santo Augusto, município de 13 mil habitantes no norte gaúcho, Brair entrou no ramo de farmácias em 1973 aos 14 anos, trabalhando em uma loja de seus tios em Iraí.

Nos últimos tempos, a São João vem surpreendendo pela agilidade em abrir novas lojas, com novos pontos de venda surgindo como cogumelos na paisagem das cidades.