CHAMA

Troca de comando na Hypeflame

09/11/2021 05:54

Sai Fernando Castro, entra Marcelo Oliveira. Empresa é uma spin off do Agi.

Marcelo Oliveira. Foto: Karine Wallauer.

Tamanho da fonte: -A+A

Marcelo Oliveira, ex-diretor executivo para plataformas e marketplace do Agi, está assumindo o comando da Hypeflame, a spin off de tecnologia criada pelo banco digital em dezembro de 2020.

Oliveira, que terá o cargo de CTO, substitui o CEO Fernando Castro, que anunciou sua saída recentemente em um post do Linkedin.

A informação veio do Agi, através da sua assessoria de imprensa, a partir de questionamento da reportagem do Baguete sobre quem seria o substituto de Castro.

O Agi disse que seria Oliveira, com o cargo de CTO, e não fez mais comentários sobre como funcionaria um organograma sem CEO.

A Hypeflame já nasceu grande, com 400 profissionais e uma receita de R$ 200 milhões. Castro, que era CIO no Agi, então Agibank, foi o primeiro CEO.

A companhia assumiu  toda a infraestrutura e arquitetura tecnológica do Agi, indo desde engenharia de software até cibersegurança, incluindo também a evolução das soluções de canais, conta corrente, meios de pagamentos, operações de crédito, investimentos e, especialmente, big data. 

O objetivo é que, além de atender as necessidades do Agi, a nova HypeFlame também produtize e ofereça as soluções no mercado em geral, como uma empresa independente.

Oliveira parece ter o perfil para a nova função. No seu cargo no Agi, ele era responsável pela operação de carteira digital, investimentos e marketplace do banco, áreas chave para o futuro e provavelmente responsáveis por boa parte da demanda da Hypeflame.

O executivo foi contratado pelo Agi em janeiro de 2021, vindo da Cielo, onde era diretor de soluções e arquitetura.

Na Cielo, Oliveira trabalhou com iniciativas ligadas com carteiras digitais, open banking e segurança aplicada no processo de desenvolvimento ágil da empresa.

Oliveira fez carreira no segmento financeiro e de pagamentos, começando pelo Itaú, no qual ingressou como trainee em 2005.

Depois, passou por cargos de gerência na GetNet e Alelo Brasil, liderando iniciativas de tecnologia, planejamento e canais digitais

O profissional foi diretor na Verity, uma consultoria de tecnologia paulista, antes de assumir como diretor na Cielo em 2018.

Oliveira entrou no Agi como sócio, sendo agora um dos 26 funcionários que dividem uma participação acionária de 3% no Agi.

Castro, que não chegou a dar maiores pistas sobre seu futuro profissional no post no Linkedin no qual anunciou sua saída, é um executivo experiente, contratado pelo Agi em 2017 vindo do Sicredi, um dos maiores bancos cooperativados do país, onde passou 17 anos em diferentes cargos na área de TI.

Veja também

CONTAS
Conheça o time de tecnologia da N26

Fintech alemã já tem heads de tech, user experience e data no Brasil.

BANG
Nubank paga R$ 36 milhões para Anitta

Valor será pago por cinco anos de participação no conselho de administração.

EXCLUSIVO
Ex-IBM assume engenharia de software da HypeFlame

Marcelo Wendling vai liderar a vertical de tecnologia para produtos financeiros da spin-off do Agibank.

FÁCIL
Agibank: chatbot envia vídeos pelo WhatsApp

Ideia é ser mais amigável com o público acima de 50 anos, alvo do banco digital.

VAZAMENTO
Dados da MoIP à venda

Empresa pertence à PagSeguro desde o ano passado. Em nota, PagSeguro tenta conter o dano de imagem.

CAPITAL
Fundadores da Ebanx criam fundo focado em fintechs

Para isso, Honey Island Capital e 4UM Investimentos estão captando R$ 100 mi.